Análise: Razer Deathadder V2 Pro

A nova proposta da Razer é o regresso do excelente Deathadder, um dos ratos mais populares da Razer, dos jogadores e sinceramente meus. A minha experiência com o Razer Deathadder V2 Pro não é de todo impressionante, já que a caixa e embalamento do rato não é muito entusiasmante e sinceramente ainda bem, já chega de desperdiçar toneladas de plástico e o Razer Deathadder V2 Pro tem uma embalagem praticamente toda em cartão e muito minimalista que apesar de não impressionar é melhor para todos. Dentro da embalagem temos apenas algumas páginas da garantia, um cabo, dock e o rato que vem dentro de uma agradável bolsa, que é sempre boa para transportar o rato mesmo que não proteja grande proteção além de riscos.

Já comecei desta vez pelas primeiras impressões e “unboxing”, podemos passar para a construção e qualidade dos materiais. O novo Razer Deathadder V2 Pro mantém a qualidade de que a Razer nos habituou. O rato em si é suave ao toque e não há nada que se sinta solto ou com plásticos de má qualidade. O cabo é protegido por uma malha grossa mas que não torna o cabo pouco maleável. Infelizmente a dock não traz um cabo próprio, utilizando o mesmo que usamos para ligar o rato quando o queremos carregar. Eu digo infelizmente porque poderá ser um problema para alguns, mas pessoalmente achei suficiente já que não precisamos de ligar o rato através da dongle enquanto estamos a carregar o rato já que para todos os efeitos nesse momento temos um rato com fio.

O Razer Deathadder já passou por muitas iterações e evoluiu com a própria Razer, recebendo muitas melhorias ao longo dos anos, especialmente no que toca aos sensores. O novo DeathAdder V2 Pro é agora uma nova opção sem fio e aproxima-o mais do que nunca no derradeiro rato gaming. A tecnologia HyperSpeed ​​Wireless da Razer é simplesmente fantástica e torna muito difícil a tarefa de voltar a usar um rato com fio depois disso para as pessoas que odeiam fios. Sem nenhum atraso perceptível, o DeathAdder Pro é mais do que tudo responsivo e instantâneo mesmo com a bateria fraca. A experiência sem fio e com fio é praticamente igual com a excepção de não termos que carregar o cabo atrás e tendo em conta a autonomia da bateria e facilidade com que trocamos os dois modos não há nenhum ponto que ponha em causa a usabilidade do Razer Deathadder V2 Pro.

O DeathAdder Pro funciona com Bluetooth e HyperSpeed ​​com o dongle incluído que fica convenientemente guardado no próprio rato quando não está em uso mas sinceramente o meu ficou sempre ligado à dock enquanto o usei. O DeathAdder Pro e  a maioria dos ratos de última geração modernos, inclui também um armazenamento integrado para até cinco perfis que têm de ser carregados com o Synapse 3. Felizmente o software da Razer está bem mais consistente e usar o Synapse 3 é uma experiência bem mais agradável do que foi em tempos. Aquilo onde o Razer Deathadder V2 Pro não ganha muitos pontos é no facto de ser muito semelhante no tacto ao anterior Deathadder já que a carcaça é essencialmente a mesma. Isto pode não parecer um ponto negativo já que se procuram um rato para substituir o vosso e gostaram do Deathadder anterior irão sentir-se bem com a forma familiar do V2 Pro, no entanto se já possuiem um Deathadder, as melhorias técnicas embora impressionantes podem não ser suficientes para justificar a compra.

Tal como acontece com o DeathAdder V2, a Razer também deu ao DeathAdder V2 Pro o novo sensor “Focus +” que consegue atingir 20.000 DPI, que é um salto significativo em comparação aos 16.000 do ano passado. No entanto é preciso realçar algo que digo sempre que analiso um novo rato com estas especificações super impressionantes que é perguntar o que é que isto significa para um comum jogador. Sinceramente não significa muito já que a vasta maioria das pessoas nunca chegará nem perto de tocar nas velocidades máximas que o Razer Deathadder V2 Pro consegue atingir, ou sequer metade disso para dizer a verdade. Além do novo sensor o Razer DeathAdder Pro também tem novos interruptores ópticos que garantem um tempo de resposta de 0,2 milissegundos. É difícil dizer se a maioria das pessoas realmente notará o aumento de velocidade em relação aos interruptores mecânicos padrão, mas pelo menos não será pelo rato que não conseguimos acertar num inimigo.

Mas por muito impressionantes que sejam os aspetos técnicos do novo Razer Deathadder V2 Pro, é o design e conforto deste modelo que vende realmente e isso mantém-se o seu ponto mais forte. Aliado ao design estão as melhorias técnicas que fazem deste um dos melhores ratos do mercado. Confortável, rápido e sem fios, o DeathAdder Pro é a uma boa evolução no caminho certo, mantendo o que funciona e melhorando técnicamente. Se procuram um rato sem fio de uma gama média alta então o Razer Deathadder V2 Pro é uma das melhores compras que podem fazer.

Tiago Roque

Leave A Comment