Análise Cubemen 2

O primeiro Cubemen foi relativamente bem recebido aqui no ComboCaster. Podem ler a análise aqui. Foi um jogo divertido de jogar apesar de ser pouco mais que mais um Tower Defense. Os seus criadores em vez de lançarem um DLC ou alguns patches para melhorarem o seu jogo decidiram lançar uma sequela que melhora em tudo o seu antecessor.

Tal como no anterior não existem realmente torres, sendo estas substituídas pelo cubemen, cada um com um tipo de arma diferente. O jogador pode colocá-los em praticamente qualquer sitio do mapa, mas para saberem tudo isso nada melhor que ler a análise ao jogo original.

Existem agora mais modos de jogo, sendo agora cinco os modos de jogo à escolha, cada um deles exigindo aos jogadores estratégias diferentes. O modo principal é o normal Tower Defense, com o objectivo de sobreviver às várias hordas de inimigos. Em outro modo irão ter que garantir que um grupo de unidades civis consegue sobreviver a uma travessia do mapa.

Depois existem os mapas que além do modo singleplayer podem ser jogados contra outro jogadores. O modo Skirmish por exemplo é bastante parecida com o conceito do jogo Defenders of Ardania e coloca o jogador tanto na posição defensiva como ofensiva, precisando o jogador de levar as suas unidades até à base do inimigo ao mesmo tempo que defende a sua própria base. Existe ainda o modo de capturar a bandeira que é reconhecido por praticamente todos os jogadores, especialmente dos que jogam shooters online. Existe uma unidade especial que irá tentar capturar a bandeira cabendo ao jogador protege-la, acabando este modo por ser bastante semelhante ao segundo.

O ultimo modo de jogo é o modo território. Neste modo irão ter que, tal como o nome indica, dominar território. Irão ter que atravessar o mapa do jogo com as vossas unidades, ficando cada cubo que tocarem no vosso controlo, até que uma unidade inimiga faça o mesmo. No final do jogo ganha o jogador com maior território. É o modo de jogo mais divertido online sem qualquer duvida.

Tal como no jogo anterior vão ter um numero de cubos, o dinheiro do jogo, no inicio do jogo e ganham mais ao eliminar inimigos. A novidade é o sistema de upgrades que não existia no jogo anterior, mas que é bastante bem vindo. Tal como em jogos do género é uma boa forma de aumentar o nosso dano gastando menos e poupando uma zona para outra unidade. Durante o jogo irão cair caixas que podem conter cubos ou upgrades por exemplo e que podem realmente acelerar o jogo para qualquer um dos lados.

get-cubemen-2-on-steam-for-linux-with-a-25-discount

Em termos de unidades, existe apenas uma diferença. O healer foi substituído por duas novas unidades, uma que bloqueia o caminho dos inimigos e outra que funciona como mina, explodindo sempre que um inimigo se aproxima. Nenhuma delas substitui realmente o healer, mas as duas têm funções defensivas, acabando por substituindo de alguma forma o healer. Os mapas também foram aumentados e graças ao editor o numero de cenários é quase ilimitado, desde que os jogadores continuem a criar novos níveis.

Graficamente Cubemen continua a onda retro do anterior, algo que o som faz o papel de garantir também. Apesar de não revolucionar não há como negar que Cubemen 2 melhora em tudo o jogo anterior. O singleplayer funciona como um treino para o verdadeiro desafio que vem quando jogam online e é aí que realmente Cubemen 2 se torna realmente bom. Mesmo quando não encontrarem um adversário humano para jogar a IA faz um bom trabalho e os modos multiplayer funcionam perfeitamente com a IA.

8.5/10

Tiago Roque

Leave A Comment