Análise Urban Trial Freestyle

Sempre existiram jogos de trial, mas poucos atingiram a popularidade de Trials Evolution para Xbox 360 e PC. Urban Trial Freestyle tenta obviamente capitalizar um pouco com esse sucesso, oferecendo um jogo que não tem bem o mesmo conceito, focando-se segundo os seus criadores em Julien Dupont o verdadeiro Urban Freestyler. Completar os percursos não é muito difícil, mas conseguir obter uma boa classificação que nos permita ir desbloqueando novos percursos é uma história diferente.

Os controlos são super simples, existem apenas dois botões além dos de direcção, um para acelerar e outro para travar. Não existem power-ups estranhos ou qualquer outro elemento para nos preocupar-mos. Tudo se resume a controlar a nossa moto o melhor possível, descodificar um pouco o cenário que pode por vezes confundir um pouco, sendo dificil distinguir aquilo que é o percurso e aquilo que é cenário.

Os objectivos dos níveis variam entre chegar ao fim o mais rápido possível e cumprir uma série de objectivos. Quando apenas tiverem que se preocupar com o tempo irão correr contra um fantasma que nos ajuda a aprender um pouco como abordar certas zonas do percurso. Em outros níveis vão ter que fazer o melhor possível em certos objectivos intermédios, como subir o máximo possível num salto, atingir o máximo de velocidade num checkpoint ou saltar o mais longe possível por exemplo.

Os percursos definitivamente não se resumem em carregar no acelerador e assistir. É preciso algumas tentativas com cada novo percurso para saber onde são os lugares que exigem um pouco de cuidado. Às vezes é melhor aproximarmos-nos lentamente , enquanto outras situações exigem o máximo de velocidade possível. É possível adquirir melhoramentos para a mota e cada um não trás apenas melhoramentos. Se adquirirem mais velocidade vão perder controlo por exemplo. Isto permite personalizar um pouco a mota tendo em conta os objectivos e percursos que irão fazer.

pc_07

É relativamente fácil de conseguir uma pontuação alta o suficiente para passar para o próximo nível, mas chega a um ponto em que vão ter que conseguir mais estrelas nos níveis anteriores para poderem prosseguir. Não há grandes vantagens neste sistema porque chega a um ponto em que é realmente complicado conseguir obter estrelas suficientes para continuar e mesmo repetindo os percursos anteriores demora algum tempo. É comum conseguir apenas uma estrela aqui e outra ali e é uma tarefa aborrecida.

O capacete e roupa do piloto também pode ser personalizados, mas eu recomendaria guardar o dinheiro para as peças da mota. Há também leaderboards on-line o que é normal neste tipo de jogos. Graficamente como já referi existem zonas onde é complicado distinguir elementos do cenário e no geral tem apenas um aspecto decente, assim como em termos audio não me surpreendeu.

Urban Trial Freestyle consegue cumprir objectivos mas não irá ganhar grandes prémios. A progressão tem algumas falhas, assim como a apresentação visual, mas a jogabilidade é boa e os percursos divertidos com muito a acontecer no fundo, mas ao fim de algumas repetições estes eventos que acontecem no cenário perdem o efeito pretendido.

6.5/10

bao_13

Tiago Roque

Leave A Comment