Análise: Fluxx

Depois de analisar algumas edições temáticas, recebemos finalmente a versão original do jogo Fluxx. Por um lado é fantástico ver como tudo começou, no entanto acaba por se tornar uma desilusão para um jogador habitual de Fluxx e de jogos em geral. A falta de creepers e cartas surpresa tornou o jogo demasiado simples e aleatório. Depois de ler um pouco consegui concluir também que nem sempre foi assim e na versão anterior do jogo estas cartas estavam presentes.

Desta forma ficam apenas, Actions, Keepers, novas regras e objectivos. O jogo desenrola-se da forma habitual, excepto que não nos preocupamos com Creepers nem com jogadas de outros jogadores no nosso turno.

Fluxx5.0-Box_3D_sm_0

Existem alguns tipos de cartas diferentes, mas vamos começar pelos Goals ou seja, objectivo. Estas cartas são as que nos permitem ganhar o jogo, pelo menos em maior parte dos casos pois à medida que vamos jogando vamos percebendo que se pode ganhar de outras formas. Os Goals são normalmente muito simples e dizem algo como, o jogador que possuir esta e aquela carta ganha. Estas cartas que são necessárias sãos os Keepers. Os Keepers além de nos fazerem ganhar o jogo podem ter uma série de boas habilidades.

As cartas que permitem muitas vezes mudar o jogo são as Actions, ou acções, e são cartas que entram, fazem o seu efeito e saem automaticamente. O ultimo tipo de cartas que existe em todos os jogos Fluxx são as cartas New Rule, novas regras. Como já disse existe apenas uma regra básica normalmente, mas o que faz de Fluxx é tão divertido é o facto de as regras estarem constantemente a mudar. Ao contrário dos objectivos que substituem as cartas que estão em cima da mesa, as novas regras vão-se acumulando. O jogo começa sempre com o jogador a ir buscar uma carta e a jogar um carta, mas rapidamente estamos a ir buscar 4 ou 5 cartas ou a jogar a nossa mão toda.

Fluxx5.0_3D-Contents_sm

Infelizmente para quem já jogou com Creepers, Ungoals e cartas surpresa, a versão base de Fluxx acaba por ser demasiado simples e aleatório. É difícil ter uma estratégia como em Zombie Fluxx, onde é possível delinear uma série de caminhos para a vitória. Aqui acaba mais parte das vezes por se resumir a esperar que uma carta saia.

Para quem nunca jogou Fluxx, esta é uma boa forma de começar, no entanto os veteranos do jogo e TableTop em geral irão achar que este foi um passo atrás.

Tiago Roque

Leave A Comment