Análise: Razer Seiren Emote

Depois de conquistar os jogadores, a Razer virou-se para os Streamers. Quem melhor para promover o hardware da Razer do que jogadores que são vistos por milhões de pessoas? O Razer Seiren Emote é talvez o produto mais virado para o streaming que por aqui passou e irá certamente atingir os objectivos da marca. Além dos jogadores poderem ver que os streamers que seguem utilizam hardware da Razer, vão também notar na qualidade do audio. Para chamar ainda mais à atenção este Seiren Emote tem ainda uma painel de LEDs RGB que podem criar figuras na face do microfone.

O Razer Seiren Emote partilha a carcassa com o antigo Razer Seiren X, que apesar de caro, é um bom ponto de entrada para quem já quer começar a investir em material de qualidade para streaming. O seu competidor direto é o Blue Yeti e ambos são excelentes escolhas. No entanto O Seiren Emote é um produto de gama alta que se diferencia pelo painel que permite mostrar pequenas imagens ou gifs. A própria posição deste painel mostra a intensão da Razer, já que está no lado oposto da roda de volume e botão de mute, ficando virado para  a camâra e assim chamar mais à atenção do público.

 

Se tiver que apontar numa falha, esta teria de ser o preço. O Razer Seiren Emote é muito provavelmente o melhor microfone que irão encontrar para este tipo de função, sem indo para produtos de estúdio que são muito mais indicados para produção de musica. No entanto para a função que desempenha não irão notar muita diferença num microfone que custe metade do preço. Mas isso é apenas metade da história porque se realmente procuram o melhor então o Razer Seiren Emote é o melhor e irá chamar muito mais à atenção do que um microfone de metade do preço.

A qualidade do som é uma melhoria relativamente ao Seiren X. Irão notar que o som é ligeiramente mais nítido e mesmo que não notem isso, irão certamente notar que o microfone capta menos ruído de fundo já que a área de captação é uma área mais curta. As mudanças dos condensadores prometem este tipo de melhorias, mas nem sempre conseguimos tirar o melhor partido delas. Se pensam que sem muito trabalho irão conseguir por exemplo isolar o barulho das teclas apenas fazendo o upgrade para o Razer Seiren Emote estão bem enganados.

Se já têm um Razer Seiren X ou pelo menos viram uma fotografia de um não irão achar o design propriamente refrescante. No entanto o design do Razer Seiren Emote é sublime. Não existe praticamente diferença entre este e o modelo que o inspirou, no entanto não podemos deixar de falar da qualidade do design do Seiren X. O painel luminoso apenas melhora tudo isto e cria um produto único.  A construção também é sólida. Basta pegar no microfone para vermos a qualidade da construção. A base também dá uma segurança que não sinto no microfone que uso regularmente.

Outro problema que senti com este microfone prende-se com o software. Enquanto que Synapse está atualmente muito mais estável e fácil de utilizar, o Razer Seiren Emote precisa de mais um software extra para a grande maioria das opções interessantes. Apenas com o Synapse podemos apenas ajustar o volume, pois tudo o resto precisa de ser ajustado no Streaming Companion App. Não vou criticar o software em si porque não tive qualquer problema nesse aspecto, no entanto a Razer deveria ter feito um melhor trabalho a integrar este companion no Synapse, tendo em conta que a opinião geral do Synapse ainda não é de total aceitação. Felizmente este software tem opções muito interessantes, especialmente no que toca ao painel 8 por 8 que podemos customizar. Além disso podemos criar comportamentos como fazer um smile quando temos um novo follower no Twitch.O Razer Seiren Emote é um produto único e que irá chamar muito à atenção dos streamers que o utilizarem. Mais do que a boa qualidade do audio, este é um produto que serve exatamente para isso, chamar à atenção. Quem quiser um bom microfone para criar audio para playthroughs no YouTube por exemplo irá certamente encontrar propostas mais baratas, já que este é sem dúvida alguma um produto para streaming, onde a interação directa com os seguidores é crucial.

Tiago Roque

Leave A Comment