Análise: 7 Years From Now

Converter um jogo mobile para PC até pode ser simples tecnicamente, mas garantir o seu sucesso é bem mais complicado. Quando a transição é na direcção oposta não existe grande problema, os jogadores mobile podem já conhecer o jogo e no geral é um público menos exigente, bastando olhar para o tipo de monetização que normalmente encontramos nestes jogos para o perceber. 7 Years From Now foi um sucesso tanto para Android como iOS, fazendo agora a transição para PC e consolas, deixando pelo caminho a ideia de ser um jogo gratuito e passando a custar 9.99€., algo que para mim é um pouco difícil de perceber e para o qual a única explicação é que poucas pessoas compram aplicações para telemóvel.

7 Years From Now é um jogo de aventura com foco na história e muito pouco em muito mais do que isso. É a história de um jovem que volta ao lugar onde cresceu, apenas para ter de descobrir uma série de segredos e conspirações. É importante para os jogos deste género terem algo que ajuda a história a fluir e no caso de 7 Years From Now é a amnésia. Haruto, a nossa personagem principal, não se lembra do que de nada de há sete anos, apenas de uma promessa que fez to a uma jovem rapariga, a de a encontrar novamente passados sete anos. É com o regresso à sua terra que as memórias começam a voltar mas há mais para descobrir na sua cidade.

Em pouco tempo começamos a descobrir bem mais pormenores, um segredo sobre uma explosão no hospital e uma misteriosa doença chamada LMD e depois o jogo começa misturar viagens no tempo e tudo se torna mais complexo, mas também realmente bom. Há muita coisa a acontecer em 7 Years From Now e embora alguns elementos funcionem bem, particularmente o seu núcleo emocional de personagens, a história e envolvência do jogo pode tornar-se um tudo ou nada complexo demais para quem procura um jogo mais linear, pelo menos em termos narrativos. Também o tom da história em si pode ser um pouco melodramática a mais para alguns.

Como referi acima, o foco de 7 Years From Now é a sua história e quem procura um pouco mais em termos de jogabilidade irá ficar sem dúvida desiludido. Pouco mais podemos fazer do que mover a nossa personagem e falar com os NPCs que encontramos, assemelhando-se bem mais a uma visual novel com um pouco mais de interação do que outra coisa. Não é um jogo com muita exploração também, temos zonas onde podemos falar com outras personagens de forma mais ou menos livre, mas no geral é um jogo bem linear. Os controlos também têm algo estranho neles, talvez ligado às origens mobile do jogo, mas que pessoalmente não me fizeram grande confusão dada a jogabilidade limitada do jogo.

7 Years From Now é um jogo bastante adorável, com os seus gráficos coloridos mas pouco detalhados num estilo voxel que praticamente garante que o jogo irá sobreviver ao tempo. É um jogo bastante único e uma história realmente boa. Talvez a versão mobile continue a ser a mais forte, sendo gratuita e oferecendo essencialmente a mesma experiência, mas não deixa de ser uma boa proposta para quem procura um jogo narrativo.

Tiago Roque

Leave A Comment