Antevisão: Eville

Eville é mais um jogo inspirado na jogabilidade de Among Us mas com visuais completamente diferentes. Os jogos de dedução social estão na moda graças a jogos como Among Us mas de todas estas muitas entradas no género, apenas um par delas conseguem destacar-se. Eville da Vest Games tenta levar o género um patamar acima, mas as suas mecânicas confusas e complicadas fazem com que o jogo perca muito daquilo que torna o género simples. Isso não quer dizer que algumas das mecânicas exclusivas de Eville não acrescentam à jogabilidade do género, mas além deste perder a sua simplicidade, também a sua implementação em Eville não é perfeita.

Eville é um jogo multiplayer online de oito jogadores onde dois jogadores são os conspiradores que trabalham juntos para assassinar o resto dos aldeões. Os aldeões por outro lado tentam descobrir quem são os conspiradores enquanto também procura e trocam itens para melhorar os seus equipamentos e se proteger. No início de cada ronda, os jogadores são atribuídos aleatoriamente a um dos oito papéis de personagem, cada um com as suas próprias habilidades exclusivas que devem ser utilizadas de forma a descobrir quem são os conspiradores.

Eville encontra-se ainda em desenvolvimento, com apenas uma demo disponível neste momento, o que significa que por exemplo Eville não ofereça um tutorial e seja necessário ler o longo manual do jogo ou ver os tutoriais no YouTube. Tendo em conta o estado do jogo vejo esta opção como algo completamente compreensível, já que existem coisas bem mais importantes neste momento do que o tutorial do jogo. Isto não quer dizer que não gostasse de ver um tutorial no jogo, especialmente porque comparado com Among Us, Eville é muito mais complexo e na grande maioria das vezes não me pareceu que alguém soubesse exatamente o que fazer no jogo.

A quantidade de mecânicas em jogo em Eville é muito maior do que em Among Us e talvez o conceito do género precise dessa simplicidade. A própria forma como o voto é feito parece complicar algo que deveria ser simples. Em Among Us o voto é único e final, aqui os jogadores votam em quem acham que é conspirador e depois voltam a votar novamente para decidirem se realmente é culpado ou não. Eu percebo a razão para o jogo funcionar desta forma, mas também sinto que a simplicidade ajudaria Eville.

Tiago Roque

Leave A Comment