League of Legends – Análise Zed

Eu gostava de conseguir gostar de Zed, apesar de andar como Shen tem um aspecto meio Mortal Kombat que me agrada mas a falta de originalidade e o facto de não conseguir olhar olhos nos olhos praticamente nenhuma das outras personagens que fazem o mesmo papel que ele faz-me não conseguir recomenda-lo e até aconselhar […]

LER MAIS
Análise Halo 4

Depois de a Bungie ter abandonado Halo, a Microsoft criou o seu próprio estúdio dedicado ao jogo, 343 Industries. A Bungie praticamente popularizou sozinha os FPS para consolas, com o primeiro Halo que nos trouxe Master Chief. Para fechar o seu percurso em Halo eles fizeram uma prequela, Reach, que, essencialmente foi o ponto final da Bungie no […]

LER MAIS
Análise PlayStation All-Stars Battle Royale

Assim que abri PlayStation All-Stars pela primeira vez assustei-me por um momento, com uns menus feios como já não via à muito tempo parecia ter-me enganado no jogo, mas lá carreguei em jogar apesar de os menus não me motivarem para o fazer. Escolhi o Nathan Drake porque basicamente adoro Uncharted, apesar de adorar outras […]

LER MAIS
League of Legends – Análise Elise

Elise, a rainha das aranhas é mais uma personagem a utilizar a mecânica da mudança de forma. Tal como Nidalee por exemplo Elise têm a forma humana e a forma aranha, cada uma com habilidades diferentes. Elise não tem um combo forte mas tem mobilidade suficiente para se manter viva ao mesmo tempo que dá uma boa […]

LER MAIS
Análise Paper Mario: Sticker Star

Em muitas maneiras, Paper Mario: Sticker Star é o regresso à forma da série. Depois de um breve desvio  com Super Paper Mario para a Wii, que evitou muitas das mecânicas de RPG associados com a série para um design mais simples, Sticker Star abraça a sua herança RPG, colocando uma ênfase renovada na gestão de itens […]

LER MAIS
Análise Deadlight

O XBLA tem mostrado que está recheado de pérolas, com Braid e Limbo a surgirem primeiro no serviço da Microsoft por exemplo. Deadlight é o próximo a atingir um estatuto acima da média e é também um dos melhores jogos no mercado online. Randall Wayne perdeu a sua família. O mundo hostil em que vive não […]

LER MAIS
Análise DanceStar Party Hits

DanceStar Party Hits é a nova entrada nos jogos musicais da Sony e deriva de  SingStar, o jogo de Karaoke lançado para PlayStation 2 e que foi dos primeiros jogos a atrair públicos mais casuais antes de passar a ser moda. Depois de 50 jogos de sucesso e da transição para o PlayStation 3 garantiu a sua […]

LER MAIS
Análise King’s Bounty: Warriors of the North

Os primeiros King’s Bounty passaram bastante despercebidos para os jogadores, no entanto foram bastante bem recebidos pela critica. Como nunca joguei realmente nenhum não sabia bem o que esperar de Warrior’s of the North, apesar de ter lido algumas informações sobre o jogo e este me ter agradado. KB: WotN é um RPG tático com […]

LER MAIS
Análise Killzone HD

Há bastantes coisas que me surpreendem em Killzone, o facto de ter conseguido evoluir tanto entre o primeiro jogo e a sequela, apesar de entre entes ter também saído Liberation para PSP que apesar da mudança de perspectiva ser um titulo muito bom,  é algo que além de surpreendente mostra o apoio que a Guerrilla recebeu […]

LER MAIS
Análise DOOM 3 BFG Edition

Para a maioria dos fãs do franchise DOOM 3 foi recebido com críticas pelos seus sustos baratos, a falta de carisma e de seguir um caminho estilístico diferente dos títulos anteriores. Doom 3 não envelheceu bem aos olhos da maioria dos fãs. No entanto, DOOM 3 mantém-se como um shooter de horror sólido com uma atmosfera […]

LER MAIS