Análise: The Walking Dead: A New Frontier – Episode 4: Thicker Than Water

Com os segredos de Prescott desvendados e com os principais segredos da temporada revelados, o quarto episódio acaba por ser surpreendentemente um dos melhores até agora. Depois de Javi ser preso novamente por Joan juntamente com David, todo o episódio acaba por ser o preparar de uma missão de salvamento.

Algumas das escolhas que fizemos no inicio da temporada voltam para nos assombrar e o jogador pode perder o pouco apoio que tinha. Mas é uma escolha que a TellTale nos obriga a fazer no final que é o verdadeiro murro no estômago, especialmente por causa daquilo que a TellTale faz com a nossa escolha. Mais não digo para não estragar a história de mais um excelente jogo da TellTale.

Para os fãs de Clementine o quarto episódio conta também com a sua presença. Além de voltar ao grupo de Javi, Clementine tem ainda direito a mais um flashback do período entre a temporada anterior e esta. A curta relação que esta teve com a New Frontier é também explorada, especialmente a relação que esta acabou por ter especialmente com Ava, a única com quem Clementine parece ter ainda alguma afinidade.

Este não é o único flashback, começando o episódio com um outro momento entre David e Javi num campo de basebol, onde o jogador pode aceitar ou não apoiar David na sua intenção de voltar ao exército. Mas é o final o momento principal deste episódio e talvez da temporada até agora. As escolhas são fortes e tornam os últimos 10 ou 20 minutos uma verdadeira montanha russa sentimental.

No entanto não posso deixar de pensar que quando comparamos os sentimentos reais que os jogadores foram criando com as personagens ao longo da primeira temporada pelo factor choque que abunda nos jogos mais recentes da TellTale, esta parece ter perdido um pouco daquilo que tornou o primeiro jogo da série The Walking Dead um clássico tão memorável.

Tiago Roque

Leave A Comment