Análise: Cyanide & Happiness – Freakpocalypse

Devem ser poucos os utilizadores da internet regulares que nunca viram uma tira de banda desenhada de Cyanide & Hapiness. Mesmo sem nunca terem frequentado o website, certamente já viram alguma algures pelo 9GAG ou numa qualquer rede social. Agora estas personagens chegaram ao mundo dos videojogos, com um jogo de aventura que infelizmente é demasiado curto para mostrar todo o potencial da excelente escrita dos autores.

Cyanide & Happiness – Freakpocalypse teve origem numa campanha no Kickstarter e é apenas uma parte da história final, uma espécie de introdução ao protagonista Coop ou uma pequena prequela. É no fundo uma introdução ao que irá vir a seguir e por isso começamos já um pouco mal. Pessoalmente tenho alguns problemas com esta abordagem, mas dado o material de origem dei uma chance ao jogo.

Sendo uma aventura point-and-click não existe muito que eu possa falar que vos irá surpreender, já que Cyanide & Happiness – Freakpocalypse jogasse essencialmente como todos os outros jogos do género, um género que apesar de estar em declínio de popularidade ainda apresenta lançamentos recentes muito bons. Coop pode olhar, tocar e falar com praticamente tudo o que encontra. Muitas vezes apenas nos dá um momento engraçado, mas podemos também encontrar itens para o inventário de Coop. Apesar de ser um jogo pequeno há muito para explorar e o jogo faz questão de nos dizer o que falta encontrar.

Em termos de apresentação, este é um pacote realmente atraente com todas as personagens com vozes realmente boas que os fãs das personagens devem conhecer. Visualmente temos algo muito semelhante ao que podemos encontrar na animação no YouTube por exemplo. Como jogo, possui alguns elementos de jogabilidade inteligentes e bons puzzles. Existem também muitas opções de diálogo com cada personagem e explorar cada uma é divertido. Também não é um jogo muito complicado. Se falarem com a maioria das personagens e pensarem um pouco vão conseguir ultrapassar facilmente os desafios do jogo, no entanto se ficarem presos o jogo tem um sistema de dicas embutido.

O principal problema de Cyanide & Happiness – Freakpocalypse é a sua duração. O jogo não parece um jogo completo, parecendo bem mais a primeira parte de algo que pode vir a acontecer ou não. Podem contar com talvez 4 horas de jogo, ou talvez o dobro se procurarem tudo o que há para descobrir no jogo. Mas pelo preço parece realmente pouco. É um jogo divertido e acho que muitos jogadores vão gostar, no entanto sabe realmente a pouco e a não ser que os próximos episódios venham de forma gratuita, não vejo forma de este preço s manter.

Tiago Roque

Leave A Comment