Análise: New Pokémon Snap

Pokémon é uma das séries mais populares do mundo, seja a série de jogos, seja a de animação. Os jogos principais da série vendem e vendem muito, mas os seus spinoffs não ficam muito atrás. Um dos spinoffs mais originais foi lançado na antiga Nintendo 64, Pokémon Snap é um jogo de fotografia onde o jogador está preso a um sistema de carris e tem como objetivo tirar as melhores fotos que conseguir dos adoráveis Pokémons que encontra.

Longe das batalhas que marcam a série Pokémon, mas de alguma forma perto do aspeto de coleccionismo, o novo Pokémon Snap mantém muito do que tornou o jogo original um clássico. O original não foi o jogo mais bem recebido de sempre, seja pela crítica, seja pelos fãs, mas encontrou um público que o adorou e este jogo é essencialmente para eles e para os jogadores que partilham os mesmos interesses, jogadores que adoram Pokémon e querem ver como estes interagem, entrando no seu mundo de uma forma que os jogos mais focados no combate não têm interesse e a animação mais focada em derrotar a Team Rocket não tem tempo.

New Pokémon Snap mostra o mundo dos Pokémon através das lentes de uma câmera, enquanto o jogador atravessa, sem controlo, diversos habitats fictícios numa cápsula de observação. Os Pokémon interagem entre si e essencialmente vivem a sua vida sem nos ligar nenhuma. O objetivo do jogo é capturar uma foto perfeita, mas é preciso ser rápido, preciso, inteligente e fazer escolhas, já que as criaturas se movem rapidamente e há muito a acontecer ao mesmo tempo na maioria das vesses. Não é um jogo passivo e é bem menos aborrecido do que seria de esperar.

Tirar fotografias perfeitas é só parte do que temos que fazer. Por vezes temos que ser nós a criar as condições para esse fotografia perfeita e para isso temos que utilizar alguns itens, principalmente fruta, para chamar Pokémon. Uma maçã bem lançada contra uma criatura adormecida pode fazê-la cair de uma árvore por exemplo, o que cria uma fotografia bem engraçada. Podemos tentar chamar a atenção de vários Pokémon diferentes para que estes interajam entre eles por exemplo ou tocar música para atrair algum Pokémon escondido na erva alta. As viagens diurnas e noturnas trazem vida selvagem diferente e este novo Pokémon Snap tem cerca de 200 Pokémon, bastante acima dos 63 do jogo original, mas muito abaixo dos 900 que existem atualmente, mas há uma seleção das várias eras de uma série que já tem 25 anos de história.

Cada jornada oferece uma oportunidade para uma nova descoberta ou uma foto perfeita, mas não há como fugir à repetição que se vai tornando mais evidente a cada novo jogo que fazemos. O jogo coloca-nos barreiras e obriga-nos a longas conversas com os professores e outros fotógrafos. Existem xcursões obrigatórias e uma história que não é muito interessante. As fotos são avaliadas no final de cada viagem, mas parece demasiado fácil atingir pontuações altas.

A realidade é que os criadores de New Pokémon Snap tentaram e bem ir o mais longe possível com a jogabilidade e conceito do jogo original, mas existem problemas que irão afetar alguns jogadores, mas os fãs irão adorar já que New Pokémon Snap tem tudo o que os jogadores gostaram no original, mas melhor. Infelizmente os outros jogadores irão começar a reparar que embora as florestas e vulcões estareem recheados de vida, após as primeiras horas, começamos a achar tudo demasiado parecido. Ir para uma nova área é sempre divertido e interessante, o problema é realmente o número de vezes que temos de repetir cada uma.

New Pokémon Snap é um jogo divertido e super interessante para quem gosta verdadeiramente de Pokémon e não apenas dos jogos principais. É um jogo relaxado e tem que ser abordado dessa forma. Tentar entrar em New Pokémon Snap para jogar longas sessões é um erro e irá causar fadiga rápido. No entanto se jogarem alguns minutos ou até uma hora por dia é um jogo realmente divertido.

Tiago Roque

Leave A Comment