Análise: Mario Golf: Super Rush

Os jogos de desporto do mais conhecido canalizador do mundo costumam ser por um lado muito bons e por outro muito pouco preocupados com o realismo do desporto em questão. Mario Golf está para o golfe como Mario Tennis Aces está para o Tennis, mas ambos são excelentes jogos. Talvez o público que joga FIFA não seja o mesmo que joga Super Mario Strikers, mas isso é bom e positivo para indústria, já que ambos são jogos de futebol, mas têm prioridades muito diferentes. Da mesma forma PGA Tour 2K21 acaba por ser um jogo de golfe, mas Mario Golf: Super Rush é uma caricatura do desporto que oferece uma experiência única.

Indo buscar inspiração ao desporto real, ao universo Mario e a mecânicas de outros jogos do universo como Mario Kart, Mario Golf: Super Rush é uma experiência polida que mostra o que se consegue com anos de refinamento. A Nintendo é conhecida pela qualidade dos seus jogos, com uma forma muito única de abordar a criação, mas ninguém pode negar que uma percentagem dos seus jogos são quase lançamentos obrigatórios a cada geração. O aparente insucesso da Wii U obrigou a que alguns jogos importantes fossem mais próximos aos da geração passada, mas jogos como Mario Kart, Mario Tennis e Mario Golf são quase obrigatórios em cada nova consola da Nintendo.

Mario Golf: Super Rush está completamente voltado para aspetos competitivos. Battle Golf, o modo de jogo principal e mais louco do jogo, coloca o jogador a competir num estádio de neon com nove buracos, onde a primeira pessoa a acertar três é o vencedor. Este é um modo super divertido e as partidas podem acabar em segundos, assemelhando-se em mundo a uma corrida de Mario Kart com uma roupagem de golfe à mistura. Quando jogamos em modos mais tradicionais as ideias loucas de Super Rush parecem um pouco forçadas e nota-se alguma falta de encaixe, mas a jogabilidade bastante original e refinada do jogo acaba por tornar tudo bastante divertido.

Podemos jogar Mario Golf: Super Rush através dos botões como qualquer jogo tradicional ou desanexando um joycon e balançando-o como um taco de golfe, o que é definitivamente mais divertido. O modo solo é uma boa aventura de golfe, na qual o jogador conduz um pequeno avatar Mii por uma série de torneios para aprender os detalhes do jogo e desbloquear todos os campos. As regras mudam a cada par de rondas. Temos o speed-golf, onde as tacadas são tão importantes como o tempo que gastamos a correr através do campo, golfe cross-country, onde temos de contornar perigos no cenário e passar a bola pelo campo em qualquer ordem e “no deserto” onde temos que terminar o curso antes que sua água acabe. A maioria destes modos envolve correr pelos percursos a pé, tendo atenção ao pequeno medidor de resistência na parte inferior do ecrã. Esta é a grande ideia do Super Rush e a principal mudança que faz naquilo que um jogo de golfe deveria ser.

Mas quem gosta verdadeiramente de golfe como desporto sabe que essencialmente ]e um jogo em que faz sentido não ter pressa e correr atrás da bola não é muito divertido. Talvez se o jogo utilizasse uma jogabilidade ainda mais próxima de um jogo Mario este aspeto do jogo fosse ligeiramente melhor, mas há algo no movimento e controlo das personagens nestas secções que não parece exatamente bem, ou melhor, não está ao nível do que gostaria num jogo Mario, onde o movimento é perfeito.

Existe um modo presente para jogar golfe da forma mais tradicional possível. Obviamente vamos continuar a ter elementos que fazem de Mario Golf: Super Rush um jogo Mario, mas é bastante mais sereno. Quem procura uma experiência relaxante no Reino dos Cogumelos pode simplesmente jogar este modo. É uma experiência diferente do resto, mas é bom ver que o jogo é capaz de oferecer tanto algo mais frenético como uma experiência calma.

Mario Golf: Super Rush tem alguns problemas pontuais e afasta-se mais daquilo que é suposto ser um jogo de golfe do que os anteriores, mas as diferenças não o tornam melhor ou pior, simplesmente diferente. Talvez não seja o jogo ideal para alguém que simplesmente quer um jogo de golfe, mas os fãs de Mario e jogadores em geral irão gostar desta proposta da Nintendo.

Tiago Roque

Leave A Comment