Análise: Dark Crypt

Dark Crypt é um dungeon crawler com puzzles e um tema de terror e que embora pareça bastante simples no início, ele esconde um verdadeiro desafio por baixo. Com um herói armado apenas com a sua inteligência e um mundo abismal cheio de todos os tipos de mortos-vivos, Dark Crypt oferece uma experiência de puzzles tensa e atmosférica e brilhantemente acompanhada pela banda sonora diga-se.

Dark Crypt coloca o jogador no papel de um monge que assumiu a responsabilidade de evitar que algo malígno enterrado à muito tempo se levantasse de novo e se espalhasse pelo mundo. Dark Crypt é um dungeon crawler onde nos movemos um quadrado de cada vez e as criaturas inimigas movem-se com cada quadrado que nos movemos, sendo crucial ficar fora de sua linha de visão. Se um inimigo nos vê ele irá logo atacar e isso resulta na nossa morte. Dark Crypt faz um bom trabalho em manter um bom ritmo através de um botão de reinicialização rápida e uma opção para reverter as ações passo a passo, o que lhe dá uma boa acessibilidade.

Os inimigos assumem várias formas, desde inimigos básicos, como esqueletos que só se viram em duas direções, até vampiros móveis e magos que conseguem detetar o jogador diagonalmente. O design do jogo e a confiança na linha de visão criam uma jogabilidade que irá por vezes parecer xadrez, mas o jogo tem uma variedade decente de inimigos e perigos ambientais, o que torna o jogo bastante único e divertido.

A nossa personagem não consegue combater diretamente os inimigos mas ela não é totalmente desprovida de habilidades. Podemos encontrar alguns power-up que permitem o teletransporte que nos permite estabelecer um ponto de origem e voltar a ele na segunda ativação. Esta ativação usa um turno e faz com que os inimigos façam os seus movimentos. Esta habilidade irá solucionar a grande maioria dos puzzles, pelo menos no início. Mais tarde no jogo iremos ter acesso a ferramentas adicionais como um segundo teletransporte e poções de invisibilidade que juntamente com várias opções ambientais irão tornar as soluções dos puzzles mais complexas.

Os visuais do jogo em pixel art são bons, não excelentes, mas bons o suficiente para criar uma estética gótica e sombria. Dark Crypt é um jogo de puzzles simples, mas muito inteligente que utiliza um nível controlável de inimigos para que tudo se mantenha familiar e desafiante ao mesmo tempo. Não existe aqui uma narrativa muito complexa ou nada de muito revolucionário, mas naquilo que tenta ser Dark Crypt faz um bom trabalho.

Tiago Roque

Leave A Comment