Análise: Word Forward

Word Forward é um novo jogo de puzzles que é bem mais difícil do que gostaria de admitir. Não há aqui grande inovação e gimmicks e o conceito é simples, mas a dificuldade para mim foi completamente exagerada. Word Forward é uma espécie de sopa de letras onde não temos de procurar nenhuma palavra em particular. No ecrã vai aparecer uma grelha com letras que temos de agrupar em palavras e o objetivo é limpar o ecrã.

Como disse acima o conceito é realmente simples, mas limpar o ecrã é realmente complicado. Não sei até que ponto o jogo é mais fácil para os jogadores que falem inglês nativo mas para mim foi realmente complicado passar os primeiros níveis até, mas não impossível. Aquilo que torna o jogo mais difícil do que parece é um par de regras. Primeiro o jogo não nos dá qualquer ajuda direta. Não sabemos que existem palavras possíveis com as letras que temos ou não. Depois temos que fazer sempre uma palavra com pelo menos três letras. Idealmente devemos tentar com mais já que ganhamos trocas de letras extra, mais sobre isto à frente. Por fim, as letras ficam sempre no mesmo sítio, ou seja, se ficarem com letras isoladas podem recomeçar o jogo porque não irão conseguir completar o nível.

Graças a estas regras e funcionamento geral do jogo, o conceito simples é muito mais desafiante. Para começar é realmente frustrante encontrar uma série de palavras apenas para no fim ficar com apenas duas letras que não podemos utilizar. É aqui que entram as pequenas ajudas que o jogo nos dá. Já referi que podemos trocar letras, o que isto significa é que podemos trocar duas letras de posição na grelha uma com a outra. Recebemos uma série de trocas no início e recebemos mais ao fazer palavras mais longas do que as três letras de mínimo.

Outra ajuda que o jogo nos dá é poder trocar uma das letras por outra qualquer à nossa escolha, mas isto só podemos fazer uma vez. Também podemos trocar duas letras por duas outras que recebemos no início. Por fim temos duas ajudas que são as mais importantes na minha opinião. Podemos trocar todas as letras no ecrã por novas uma vez, o que nos ajuda em último recurso e me saltou algumas vezes de ter de recomeçar o nível e por fim temos a ajuda de rebentar uma letra. Esta última ajuda é essencial para poder limpar letras isoladas que ficaram, mas nada podem fazer se deixarem mais do que uma letra nessa situação.

Word Forward é um jogo competente, com uma UI bastante simples e intuitiva, mas que não recomendo a ninguém que não domine muito bem o inglês. É um jogo inteligente mas que me causou bem mais dificuldades do que gostaria de admitir.

Tiago Roque

Leave A Comment