Análise Krater

Se comem Dungon Crawlers ao pequeno almoço então por esta altura já estão fartinhos de Diablo 3 e Torchlight 2, porque não experimentar Krater? Pelas mãos da Fatshark Krater é um Action-RPG que mistura ao gênero tradicional, normalmente Hack and Slash um pouco de estratégia, ficando a questão, será que funciona? É estratégia aquilo que queremos nos nossos Dungeons Crawlers em que o loot é normalmente a unica coisa que nos preocupa?

Numa Suécia pós-apocalíptica, depois de bombas nucleares terem limpado a terra dos seus milhões de habitantes, deixando apenas uma cratera(Krater), os sobreviventes têm que reconstruir a civilização. Nesta cratera a humanidade está divida em facções que lutam pelo controlo de uma abertura para o interior da Terra, onde tesouros do passado estão enterrados, e é aqui, com o nosso grupo de caçadores de tesouros que se desenrola Krater.

A formula dos Dungons Crawlers pouco se alterou desde o sucesso da Blizzard com Diablo, mas Krater trás algumas inovações. O gameplay de Krater difere um pouco ao misturar Hack and Slash com Estratégia, sendo possível selecionar cada unidade do grupo individualmente. Nem sempre isto é benéfico mas quando as nossas personagens estão fortes o suficiente é uma boa forma de explorar mais rapidamente uma caverna. Para evitar que percam uma das vossas unidades no mapa há atalhos para selecionar a qualquer momento uma das unidades.

Esta mecânica de jogo é interessante, especialmente porque o jogo opta por uma câmera semelhante à de um tradicional RTS, no entanto tás também alguns problema, principalmente quando a câmera avança apenas até onde as nossas personagens estão. Outro problema é quando queremos abrir uma caixa ou falar com um NPC por exemplo, em que o jogo obriga a que cliquemos no solo perto de onde queremos ir e só depois na personagem. Facilmente os programadores poderiam resolver isto fazendo com que as personagens se movessem automaticamente caso quiséssemos abrir uma caixa.

Todas as nossas personagens podem subir de nível, este limitado a 15 por agora e que pode ser atingido rapidamente. Infelizmente este nível altera apenas as estatísticas da personagem, não havendo qualquer outra evolução em termos de habilidades. Cada classe presente no jogo (Bruiser, Medikus, Slayer ou Regulator) tem duas habilidades especiais no inicio do jogo e terá essas mesmas duas no final. Estas duas fazem o seu trabalho, mas não há uma grande sensação de evolução uma vez que não se ganham quaisquer novas habilidades no decorrer do jogo.

Apesar das limitações é possível melhorar de outras formas as nossas personagens com implantes e boosters que podem ser inseridos nos slotes abertos que cada personagem vai abrido à medida que sobe de nível. Estes implantes e boosters podem ser encontrados nos inimigos mortos, criados por nós com crafting ou comprados nas varias lojas espalhadas pelo mundo de Krater. Como já disse não é possível desbloquear novas habilidades, logo estes implantes aumentam apenas estatísticas como a força ou stamina e os boosters aumentam o poder das habilidades. É ainda possivel equipar Gadgets que nos dão um habilidade como um ataque de longo alcance, no entanto não é possível melhorar um Gadget, apenas encontrar um novo. É justo dizer que podem ter três habilidades, caso considerem o Gadget uma nova habilidade.

Em Krater estão dependentes de um esquadrão, onde terão sempre três membros ativos no vosso grupo, que podem ir trocando à medida que recrutam novos membros. Em dificuldades maiores as personagens podem ter danos permanentes que vos obrigam mesmo a recrutar novas personagens. Danos menores podem ser curados por médico, no entanto acontece ter que subir uma nova personagem até ao nível das restantes caso esta morra definitivamente.

Ao contrário de outros Dungeons Crawlers, Krater os combates são encontrados de forma aleatória, tal como nos antigos Final Fantasy. Neste aspecto irá certamente haver quem goste da ideia e aqueles que a irão odiar. Esta mecânica faz com que Krater pareça ainda maior do que é, uma vez que é impossível fugir a um combate. Krater tem um mundo enorme e mais de duzentas quests e sessenta locais. O mapa pode ser explorado livremente numa perspectiva também semelhante aos antigos Final Fantasy, sendo que por vezes encontramos zonas populadas por inimigos o mapa aproxima-se e podemos explorar essa zona à procura de loot e lutar contra os inimigos.

O modo cooperativo de Krater está quase a ser lançado, pelo que posso considerar já que o jogo suporta esse modo e é uma boa adição ao jogo. Os fãs deste gênero irão sem duvida gostar de Krater apesar das diferenças. Há centenas de zonas para explorar e muito loot, no entanto os combates aleatórios podem cansar alguns jogadores. Krater é mais do que mais um Dungeon Crawler, no entanto nem todas as novas características que trás irão agradar aos jogadores, mas não deixa de ser um bom jogo ao seu estilo.

Pontuação: 7/10

Requisitos do sistema

Minimum:

    • OS:Windows Vista / Windows 7
    • Processor:Dual Core 2.4GHz processor
    • Memory:2 GB RAM
    • Graphics:Shader 4.0 compatible card (minimum: Nvidia GeForce 8xxx, AMD Radeon 2xxx)
    • DirectX®: DirectX11 drivers (the game support DX10 hardware)
    • Hard Drive: 5 GB HD space
    • NOTICE: : Krater requires DirectX 10, a DirectX 10 compatible video card, and Windows Vista or Windows 7. There is no support for Windows XP or DirectX 9.

Recommended:

    • OS: Windows 7 (64 bit)
    • Processor: Quad-core Intel or AMD CPU
    • Memory: 4GB
    • Hard Disk Space: 5GB
    • Video Card: DirectX 11 compatible Nvidia or AMD ATI card, ATI Radeon HD6870 or higher, Nvidia GeForce GTX 460 or higher. Graphics card memory: 1 GB
    • DirectX®: DirectX11 drivers (the game support DX10 hardware)
    • Sound: DirectX compatible sound card

Tiago Roque

Leave A Comment