Análise Clan of Champions

As Al-waav Urban Allied Forces  estão fora de controlo. Três nações lutam por recursos e terra. Há armas numa megalópole em ruínas, que fornecem poder infinito e há mercenários a lutar para obtê-los. Sempre que iniciam Clan of Champions, ele mostra um monte de texto que oferece dá a conhecer um pouco cenário e algumas bases da estória para que se perceba ao menos porquê é que tantas pessoas gostariam de nos ver morto. Eu diria que a história de fundo não é necessária para apreciar o jogo, especialmente porque é confusa e acaba por prejudicar mais do que ajuda. Podem passar em Clan of Champion  um bom momento quando têm alguns orcs para abater, por isso podem ignorar a história completamente e focarem-se em esfaquear alguém.

Clan of Champions é um jogo de batalha de arena num cenário de fantasia que é jogado melhor com amigos. Até três pessoas podem-se unir numa missão co-op, mas se optarem por ir sozinhos, ainda vão ter dois companheiros controlados pela IA. Eu teria preferido jogar sozinho do que confiar numa IA que mesmo sendo boa irá provavelmente prejudicar-me. A AI não é horrível, mas quando há um inimigo de lado, com mais frequência do que podem imaginar o AI vai  bloquear o nosso caminho de ataque acabando por prejudicar-nos. Felizmente, se optarem por atacar de qualquer maneira, não há perigo de ferir os companheiros, o que tendo em conta o problema anterior é bem vindo. Através de uma engenharia milagrosamente mágica, as nossas bolas de fogo não conseguem ferir os nossos burros amigos. Se preferirem lutar contra os vossos amigos, Clan of Champions também tem um modo versus que oferece uma arena para combate 3vs3.

A customização da personagem é simples e limitada, quando comparada a outros jogos que incorporam algum tipo de criação de personagens. Podem escolher entre três raças: humanos, orcs e elfos. Se quiserem jogar com uma personagem feminina, vão ter que escolher um elfo pois não existe qualquer opção para a escolha de sexo. Cada classe tem uma aparência distinta mas há poucos ajustes para escolher, como diferentes estilos de cabelo ou tatuagens. Mais uma vez, essas escolhas são muito poucas, e se estão à procura de um jogo que permita criarem uma personagem totalmente personalizável, não vão encontrá-lo aqui.

Depois de criar a personagem, há pontos de habilidade para distribuir. Cada personagem tem quatro atributos (força, vitalidade, agilidade e espírito), e os valores iniciais para cada são determinados pela raça. Infelizmente estes pontos parecem ser a unica coisa que a escolha de classes parece afetar. Todos eles começam com os mesmos movimentos de ataque básicas e a magia que lança uma bola de fogo. Os quatro atributos afetam exatamente o que se espera que eles afetem. É um sistema que tem sido usado tantas vezes que jogando pelo seguro Clan of Champions não consegue falhar neste aspecto.

O combate é a melhor característica de Clan of Champions (o que é bom, já que é o que vão fazer 95% do jogo). Os ataques não acontecem instantaneamente assim que o jogador pressionar o botão, e isso obriga-o a antecipar o próximo movimento do seu oponente. Cada clique é uma decisão tática como tentar atacar o inimigo enquanto ele não está a bloquear. Há três movimentos básicos de ataque, na cabeça, tronco, ou as pernas do inimigo, e combinações de ataque para cada ligação que criam combos poderosos que podem cambalear ou até mesmo desarmar o adversário. Além disso, há ataques especiais com base na postura de combate.

A postura de combate é determinada pelo nosso equipamento. A escolha padrão de todo o gladiador que se prese é espada e escudo e postura escudo.  Novamente, isto não é nada de novo no gênero, e novamente, Clan of Champions seguindo o caminho de não inventar consegue não estragar tudo, sendo este também o seu grande problema, é que Clan of Champions não consegue nem surpreender nem fazer algo de realmente diferente. Isso não significa que o combate não é divertido. Honestamente, é a única razão para dar uma oportunidade a este jogo. Não vão encontrar uma história cativante ou elementos RPG detalhados aqui.

Clan of Champions é um jogo de fantasia com  um combate típico e alguns elementos de RPG. Ele não faz nada de excepcional ou novo, mas também não faz nada realmente mau. O problema com jogos como este é que eles não fazem nada para se diferenciar do resto dos jogos semelhantes, e no final, eu prefiro jogar Dark Souls. Caso arrisca-se um pouco mais para se diferenciar e tive-se sido dado uma maior atenção ao detalhe e um pensamento mais fundo nas suas mecânicas base poderia ter sido um jogo bastante mais atraente.

Pontuação: 6.1/10

Requisitos do sistema

Minimum:

    • OS:Windows XP Professional 32bit
    • Processor:Core2 duo e8500
    • Memory:2 GB RAM
    • Graphics:NVIDIA GeForce GT240, ATI RADEON HD6450
    • Hard Drive:40 GB HD space
    • Sound:On board sound card
    • Other Requirements:Broadband Internet connection

Recommended:

    • OS:Windows XP / Vista / 7
    • Processor:Core i3 540 BOX
    • Memory:4 MB RAM
    • Graphics:NVIDIA GeForce GT430, ATI RADEON HD6770
    • Hard Drive:120 GB HD space
    • Sound:Stereo sound card
    • Other Requirements:Broadband Internet connection

Tiago Roque

Comment (2)
Darksiders 2 DLC – Angel of Death Pack [Download] | canadian software online
November 29, 2012

[…] Assassin’s Creed III now available for PC online, in storesAsus Lamborghini Vx2s#AmericanHorrorStory “Dark Cousin” Recap and Exclusive Hint About the SEASON 3!Análise Clan of Champions […]

Reply
Tiago Roque
March 21, 2013

Bom jogo

Reply

Leave A Comment