Análise Ratchet & Clank: Q-Force

A diferença aqui é a inclusão de elementos dos jogos Tower Defense. Cada nível possui uma base Q-Force, mas há mais para fazer do que ficar sentado à espera que o inimigo venha até nós. O universo Ratchet & Clank funciona bem neste moldes: as arma e torres são diversificadas e prometem divertimento, enquanto os vários inimigos encaixam bem nos grampos que temos vindo a esperar do género Tower Defense.

Para construir defesas precisam de parafusos tal como em todos os jogos da série, e apanha-los requer um pouco de scouting fora da base. É uma dinâmica interessante, necessitam arriscar a defesa da base enquanto caçam as finanças para a reforçar ainda mais. Não vão começar um nível com uma arma, é aqui que entra a  jogabilidade tradicional de Ratchet & Clank e entra em acção com cortesia de um combate frenético com as excelentes armas e plataformas.

Ratchet-Clank.QForce

Há mais para adquirir do que poder de fogo extra, no entanto. O objectivo final é o de activar as defesas do planeta, impedindo adicionais inimigos de entrar ,e assim, salvar o dia. Parece fácil, certo? O desafio está em equilibrar o ataque com a efesa da base, muitas vezes resultando em uma louca corrida para a base de um extremo do mapa quando os inimigos perigosos começam a marchar até às nossas torres. É uma mistura quase perfeita de dois estilos de jogo e, como já disse, funciona muito bem no universo de Ratchet & Clank.

Ratchet & Clank: Q-Force é a extensão natural da série, e é um estilo de jogo que nós realmente esperamos que tanto a Insomniac como o Sony decidam continuar. Há menos foco na história, por razões óbvias, mas mesmo as cutscenes que estão presentes mantêm o humor genuíno que a série se tornou conhecido.

Ratchet-Clank-Q-Force-PS3-_2

Infelizmente há pouco conteúdo para realmente nos manter a jogar. Cinco níveis – um dos quais não é um nível real – significa que podem ter a maioria do conteúdo singleplayer feito em cerca de cinco horas. É certo que é melhor do que um monte de campanhas de alguns FPSs nestes dias, e Ratchet & Clank: Q-Force é bem mais barato que estes. É uma pena que uma idéia tão inteligente foi restringido desta forma, mais alguns  níveis seria realmente ajudar a fazer deste um jogo que todos quereriam ter na sua colecção.

No entanto, há uma abundância de longevidade para os níveis que estão lá, se tentaram uma ronda perfeita ou tentar concluí-lo em menos de o limite de tempo. Se a jogabilidade de  Ratchet & Clank: Q-Force vos viciar então vão ficar com o  desejo de repetir cada nível.

Há ainda multiplayer. Muito diferente da que já existiu na série, aqui o modo multiplayer aproxima-se bastante mais de um MOBA, como Dota ou League of Legends. Ele utiliza a mesma jogabilidade vista no conteúdo da campanha, excepto separadas em três estágios: Scounting, Squad, e Assault. Enquanto não há uma quantidade finita de caixas (e, portanto, parafusos) para quebrar, no modo multiplayer vão ter nós a capturar. Durante a fase de scouting-  assim qualquer como parceiro que possam ter – devem disputar o poder sobre esses nós para ganhar parafusos adicionais.

Quantas mais têm, mais parafusos ganham, tornando esta fase a mais importante . Existem torres da IA a defendê-los no entanto, por isso não é tão simples como uma corrida para conseguirem apanhar o máximo que conseguirem. Na fase Squad têm que construir as forças de ataque, gastando parafusos a adquirir os tipos de unidade certas – dividi-los entre cada uma das duas pistas – enquanto preparam a sua base para o equivalente do oponente.

Falta ainda a fase Assault que – como poderiam esperar – exige atacar a  base inimiga. Vão precisar de acompanhar as vossas tropas  para garantir que eles atingem a base inimiga com segurança, protegendo-os do inimigo e ajudando-os no ataque. É um sistema surpreendentemente bem pensado e, embora provavelmente não vá atrair muitos jogadores, é único o suficiente para oferecer algo realmente novo para os jogadores da PS3.

Mesmo adquirir uma arma – que é feito através da aquisição de cada nó – é semelhante a um  MOBA nivelando a nossa personagem e escolhendo as habilidades que eles precisam para ter o sucesso da tarefa .É tudo muito bem pensado  mas ainda assim, há apenas três mapas disponíveis para o modo multiplayer, mais uma vez prejudicando a longevidade do jogo, mas tudo se resolve com DLCs.

Tiago Roque

Leave A Comment