Análise: DLC Quest

A industria dos videojogos mudou bastante nos últimos anos. Numa geração apenas a venda digital evoluiu bastante, as antigas grandes expansões quase que já não existem e os DLCs apareceram, tornaram-se quase obrigatórios e no geral deixaram muitos jogadores chateados. Apesar de alguns DLCs serem realmente grandes expansões com horas de conteúdo a um preço justo, há muitos DLCs que parecem bocados retirados do jogo e que deviam fazer parte do pacote original.

Quem não se lembra daqueles DLCs lançados no dia de lançamento ou aqueles que vem incluídos no próprio disco do jogo mas precisam de um pagamento adicional? DLC Quest é uma sátira antes de ser um jogo. Uma sátira ao estado actual da industria e um dos jogos mais engraçados que joguei nos últimos tempos. Não se deixem enganar, não estou a dizer que e um óptimo jogo, não que seja mau, mas é o seu humor que o torna tão especial.

Mesmo que o jogo em si funciona-se bastante pior do que funciona o seu humor salvaria o dia. Não vão realmente jogar para saber o que vai acontecer a seguir, vão jogar para ler a próxima piada. Pegando na ideia de que os jogos actuais precisam de um novo DLC para praticamente tudo no inicio do jogo começam sem musica, com a personagem sem animação e apenas se podem mover para a direita. Para comprar tudo isso precisam de recolher as moedas que encontram espalhadas pelo mapa.

ss_04a647d0c6a21a1fd8ed5c038c301ab34ffd2d7c.600x338

Depois de DLC Quest se comportar como um jogo esta mecânica assume um papel mais tradicional em que precisam de trocar moedas para aceder à área seguinte, simplesmente se chamam DLCs.  É realmente pelo seu humor que este jogo vale a pena. Conhecem aqueles NPCs que não tem realmente utilidade nenhuma? Aqui eles dizem exactamente isso, que são NPCs secundários e que só estão ali para encher. Estragaria completamente a vossa experiência de jogo se contasse algumas das piadas, mas esperem ser surpreendidos vezes sem conta.

Além dos DLCs necessários para avançar na história há ainda alguns completamente estéticos como por exemplo uma armadura dourada para um cavalo que nunca podemos utilizar por exemplo. DLC Quest tem realmente um humor brilhante, que se mantém fresco na curta duração do jogo. Juntamente com DLC Quest vão receber também uma expansão Live Freemium or Die que é uma aventura um pouco mais longa que mantém a mesma mecânica.

dlc_quest2

Mas um jogo não pode obviamente sobreviver apenas do seu humor, mas DLC Quest é relativamente bom nos restantes aspectos do jogo. O grafismo é competente no seu género, a jogabilidade é boa no combate mas pouco precisa nas plataformas. DLC Quest peca apenas por ser bastante curto, no entanto tendo em conta o seu preço e o humor na realidade não podemos pedir mais. Teria o humor de DLC Quest força suficiente para sobreviver uma aventura muito maior?

Ao fim das quase duas horas que demora a chegar ao fim tanto do jogo principal como da expansão o humor mantém-se fresco, mas tenho as minhas duvidas que aguenta-se muito mais. DLC Quest é uma pequena sátira, pequena em tamanho e longevidade mas são as duas horas mais divertidas que passei nos últimos tempo a jogar.

 

Tiago Roque

Leave A Comment