Antevisão: Prison Architect

Durante a minha vida de jogador já criei hospitais, parques de diversões, exércitos, cidades, civilizações inteiras e até uma raça com domínio em toda a galáxia, no entanto nunca tinha criado uma prisão. Também nunca tinha realmente tido realmente curiosidade para tal mas Prison Architect consegue fazer o tema apelativo e é realmente arquitectar uma prisão.

O jogo começa com um tutorial, a única parte do jogo actualmente que tem realmente uma história. A história de um condenado que diz estar inocente mas que descobrimos depois que realmente matou a mulher após a encontrar em flagrante a traí-lo. Uma história triste que ajuda a traçar o tom para do jogo.

Esta primeira parte serve apenas como tutorial e o resto do jogo  por enquanto, e em principio o jogo será mesmo assim, não terá qualquer enredo. Em termos gerais Prison Architect funciona de forma bastante semelhante a jogos como Theme Hospital ou outro qualquer do mesmo género.

Começamos com algum dinheiro e temos que construir as estruturas básicas para manter alguns prisioneiros. Começamos por construir as fundações e paredes e depois passamos para designar cada espaço a um tipo de divisão como celas, cozinhas, cantina e tudo o resto que é necessário numa prisão.

O detalhe é bastante sendo preciso criar geradores e distribuir a rede eléctrica e de água pela prisão. Cada tipo de área tem requisitos para funcionar. Uma cela por exemplo precisa de no mínimo uma cama, uma sanita e uma porta. Todas as outras áreas têm requisitos semelhantes  e precisam normalmente também de água e electricidade.

O tutorial dá-nos também algumas noções básicas de como devem organizar a vossa prisão para que não se torne um caos passado pouco tempo. Os trabalhadores são bastante rápidos indo buscar os recursos necessários para as construções ao armazém e construindo tudo em poucos segundos.

prison_architect

O tempo que têm até à chegada dos primeiros prisioneiros é mais do que suficiente para criar as infraestruturas básicas para começarem, no entanto quando estes chegam tudo muda e vemos que nos esquecemos de muita coisa. Como já disse há uma atenção muito grande ao pormenor em Prison Architect.

Além de guardas é preciso contratar empregados de limpeza e lembrarmos-nos que os prisioneiros estão presos por uma razão. Temos que nos lembrar de colocar detectores de metais para prevenir que se matem uns aos outros com facas artesanais e outras armas. Se a existência de armas for aliada a um mau estar geral o resultado é normalmente um motim e se não houver guardas suficientes o resultado é morte por todo o lado.

Prison Architect é provavelmente o jogo mais completo no early access da Steam que passou por aqui. Há muito para fazer e para construir e ainda mais para pensar e ter em conta. Construir algo normalmente implica construir outra coisa qualquer para lhe dar suporte. É um jogo complexo, bem mais complexo que a maioria dos jogos do género actualmente.

A Introversion tem aqui um óptimo conceito, com bom design e mecânicas de jogo muito bem conseguidas. Consegue mostrar o lado mais negro do sistema penal, especialmente durante os minutos em que existe realmente uma história. Acaba por ser uma espécie de choque quando descobrimos que o jogo é um sandbox e sentimos-nos um pouco perdidos quando o tutorial acaba, mas tudo isso vai ser certamente corrigido para o lançamento final e quando isso acontecer estarei de volta para uma análise a resultado final.

Tiago Roque

Leave A Comment