Análise Rush Bros

Rush Bros é um jogo de plataformas com muitos elementos de Super Meat Boy misturados com um jogo rítmico. Tudo isto parece óptimo e se a análise fica-se por aí então seria realmente um jogo fantástico, no entanto as boas noticias ficam quase por aí. Tudo o que é bem pensado e implementado em Rush Bros acaba por ser prejudicado pelos controlos que precisam realmente de muitas melhorias. Sempre que eu tento fazer algo como jogador e não o consigo fazer apenas porque os controlos não respondem como quero, tenho que considerar que o jogo precisa de trabalho ou fica condenado por uma má implementação.

A história do jogo é a de dois DJs que se querem enfrentar um ao outro. Isto resulta, como é óbvio num jogo, não numa batalha de DJs normal, mas sim nos dois a correr o máximo que conseguirem num percurso visto de forma side-scroll. O objectivo em cana nível é portanto chegar ao fim o mais rápido possível. Existem vários caminhos possíveis, mais rápidos, mais lentos, com mais ou menos armadilhas e power-ups. É na realidade bastante tradicional. Não existe realmente nada de muito inovador aqui. Se já fizeram o nível anteriormente então vão ver um fantasma da vossa personagem a acompanhar-vos e como motivador para obterem uma melhor pontuação há um quadro de classificações online.

Não há muito mais para explicar sobre o jogo em si. Há um modo multijogador local em que dois jogadores tentam chegar ao fim mais rápido. Um a jogar em cima e outro em baixo, o que implica que não haja realmente interactividade entre os dois jogadores, mas continua a ser divertido. Não irão fazer realmente nada diferente do que fazem durante o jogo sozinhos mas quem ganha pode sempre gozar com o que perde.

Aquilo que realmente estraga o jogo, como já referi, são os controlos que são demasiado “presos” e tornam um jogo que é geralmente bastante fluido numa experiência mais frustrante do que deveria ser, especialmente nos níveis mais próximos do fim em que um timing certo é essencial. Se pensarmos em Super Meat Boy como o exemplo perfeito de bons controlos, os de Rush Bros estão realmente no extremo oposto. Outro elemento importante do jogo, a importação das vossas próprias musicas não funciona bem. É juntamente com os controlos algo que poderia ser melhorado com algum esforço, mas por agora são dois aspectos do jogo muito mal conseguidos.

Rush Bros - PC Build 2012-12-11 18-27-58-97

O problema de Rush Bros não é de todo no conceito. O conceito é óptimo, misturar a jogabilidade de Super Meat Boy com elementos rítmicos parece-me bem e mesmo graficamente Rush Bros tem bastante para gostar. É o acumular de falhas que realmente torna Rush Bros num jogo no máximo mediano. Se realmente os seus criadores querem tornar isto em algo realmente bom basta-lhes trabalhar os controlos e facilitar a importação de musicas e com vontade irão conseguir fazê-lo.

6/10

 

bao_7

Tiago Roque

Leave A Comment