Análise Cthulhu Fluxx

Já à algum tempo que tento trazer para o ComboCaster algumas análises a jogos de cartas ou de tabuleiro por sentir que no fundo todos eles são jogos e merecerem partilhar o mesmo espaço. Por muito que goste de jogar online ou com amigos, nada consegue rivalizar com o partilhar de uma mesa com amigos a jogar um jogo de tabuleiro. Felizmente a Looney Labs deu-nos a oportunidade perfeita de falar sobre Fluxx. Não o original mas uma das versões temáticas, baseada no fabuloso mito criado por H.P. Lovecraft, Cthulhu.

Não poderia pedir melhor para introduzir a secção de TableTop do ComboCaster, pois tal como o nosso site não tem experiência em jogos de tabuleiro, também Fluxx é um dos jogos mais fáceis de pegar e jogar que alguma vez tive a oportunidade de jogar. A sua acessibilidade acaba por resultar em alguma aleatoriedade no vencedor, mas isso é algo que acontece em todos os jogos de tabuleiro ou de cartas em maior ou menor escala.

Fluxx é um jogo de cartas para dois ou mais jogadores (de preferência mais) em que existe um regra base sobre a qual o jogo evolui depois. Esta é a unica regra que temos como certa no inicio do jogo, temos que comprar uma carta e jogar uma carta. Para quem conhece Fluxx posso já adiantar que Cthulhu Fluxx introduz uma nova regra inicial opcional, uma Meta Rule que tem como objectivo basicamente acabar com os empates.

cthulhu-fluxx-10

Mas continuando sobre as regras básicas. Existem alguns tipos de cartas diferentes, mas vamos começar pelos Goals ou seja, objectivo. Estas cartas são as que nos permitem ganhar o jogo, pelo menos em maior parte dos casos pois à medida que vamos jogando vamos percebendo que se pode ganhar de outras formas. Os Goals são normalmente muito simples e dizem algo como, o jogador que possuir esta e aquela carta ganha. Estas cartas que são necessárias sãos os Keepers. Os Keepers além de nos fazerem ganhar o jogo podem ter uma série de boas habilidades, sendo a mais útil livrar-nos de Creepers indesejados.

Este é o terceiro tipo de carta. Os Creepers são normalmente cartas indesejadas. Agarram-se aos nossos Keepers e impedem-nos de ganhar a não ser que tenhamos cartas que nos permitam ganhar mesmo com eles. Nas várias versões de Fluxx os Keepers e Creepers variam um pouco e em Cthulhu Fluxx é talvez onde variem mais. Estas cartas dão ao jogador que as possui pontos de dois tipo, pontos de Ruina  e pontos de detective, assinalados com uma caveira e uma lupa respectivamente, sendo que muitas das restantes cartas, como os objectivo, utilizam estes pontos.

cthulhu-fluxx-21

Além de Goals, existem também Ungoals. Estas cartas não são propriamente novidade, mas a sua quantidade é. Os Ungoals são objectivos que não queremos cumprir, pois não fazem nenhum dos jogadores ganharem, a não ser que tenham todos concordado com a Meta Rule, mas mesmo assim o jogo torna-se um pouco aleatório demais, pelo menos para os mais inexperientes. Sempre que alguém joga um novo Goal ou Ungoal irá substituir o Goal ou Ungoal que está em cima da mesa. Não pode existir um Goal e Ungoal ao mesmo tempo na mesa e parte da estratégia de ganhar em Fluxx é evitar que o mesmo objectivo se mantenha demasiado tempo ou mesmo tempo que temos o cuidado de evitar objectivos que contenham cartas que possam estar nas mãos dos adversários.

As cartas que permitem muitas vezes mudar o jogo são as Actions, ou acções, e são cartas que entram, fazem o seu efeito e saem automaticamente, fazendo coisas como roubar um Keeper ou eliminar todos os Creepers. Um tipo de cartas que até onde sei é novidade, são as cartas surpresa. Estas funcionam de forma muito semelhante às Actions mas com uma grande diferença. Nunca em nenhum Fluxx se pode jogar cartas no turno dos adversários, mas com estas cartas é possível. Estas cartas têm dois efeitos, dependendo se são jogadas no nosso turno ou não e são mais um responsável pela imprevisibilidade de Cthulhu Fluxx, pois as cartas surpresa conseguem fazer coisas como evitar que um adversário coloque um Keeper à sua frente, sendo obrigado a dar-nos a carta.

444-Looney-CthulhuFluxx-playmat

O ultimo tipo de cartas que existe em todos os jogos Fluxx são as cartas New Rule, novas regras. Como já disse existe apenas uma regra básica normalmente, mas o que faz de Fluxx é tão divertido é o facto de as regras estarem constantemente a mudar. Ao contrário dos objectivos que substituem as cartas que estão em cima da mesa, as novas regras vão-se acumulando. O jogo começa sempre com o jogador a ir buscar uma carta e a jogar um carta, mas rapidamente estamos a ir buscar 4 ou 5 cartas ou a jogar a nossa mão toda, a poder passar Creepers para adversários ou a podermos ganhar com Creepers. É realmente bastante divertido de jogar com um grande grupo e rapidamente se pode tornar caótico.

Fluxx é o jogo ideal para jogar com quem não gosta muito de jogos e não tem muita paciência para aprender regras, pois tudo o que precisam saber está escrito nas cartas. A sua simplicidade implica que não tenha realmente muita profundidade e por vezes é muito aleatório, mas é divertido e Cthulhu Fluxx tem da melhor arte nas cartas que vi até hoje em Fluxx. Vamos tentar trazer para aqui mais algumas análises aos jogos da série e se tal for possível vão ver que dentro dos jogos Fluxx, Cthulhu Fluxx é o que mais recomendaria a jogadores experientes. As novas cartas tornam-no menos acessível mas mais interessante.

Tiago Roque

Comment (1)
Akash
May 23, 2014

I actually got Cthulhu Fluxx for Christmas too my hunbasd and I enjoyed several rounds over the break. I think it’s a lot more fun than the original Fluxx (and it makes me want to try Monty Python Fluxx, since I know that mythology even better). Has your family ventured much into the realm of board games, or just mostly card games? Settlers of Catan is a great introductory board game way better than the classic board games (i.e. Monopoly, Candyland).

Reply

Leave A Comment