Análise: Dementium II HD

 

Falhas essas que ou não vimos na versão original ou simplesmente ignorámos porque temos expectativas inferiores. Com isto não quero tirar o mérito ao jogo original, pois teve bastante. Provou que o género funciona numa consola portátil e veio preencher uma lacuna. Mas é preciso ter espírito critico e saber que o PC está recheado de bons jogos de terror, ou pelo menos tem o género bem representado. Enquanto que na Nintendo DS não tinha qualquer tipo de concorrência, no PC tem que competir contra jogos como Amnesia: The Dark Descend ou Outlast, jogos pensados de raiz para o PC e que quando comparados a Dementium II mostram a sua superioridade.

Em parte Dementium II não foge muito às linhas gerais destes dois jogos. O jogador é deixado num asilo assombrado. Nunca nos é dado muito contexto, temos que imaginar muito por nos próprios. A atmosfera é tensa, mas o melhor aspecto é o design das criaturas. Todas elas são muito macabras e criam um ambiente bastante hostil. As nossas armas não são dignas de um shooter e mal servem para sobreviver. O principal problema de Dementium II HD são os controlos. A jogabilidade não foi alterada o suficiente para funcionar com um rato e teclado. Existem demasiados artefactos remanescentes a versão DS e que fazem a jogabilidade parecer imprecisa e frustrante. As armas são imprecisas e as munições são escassas, o que nos leva a usar ataques corpo a corpo, mas isto apenas realça as falhas do sistema de combate.

Para tornar tudo isto ainda pior o sistema de checkpoints é difícil de perceber. Não parecem existir pontos fixos, com o jogador simplesmente a recuar um pouco relativamente a onde morreu. Pode ser também ser um bug mas esta é a ideia que transparece. Isto faz com que por vezes tenhamos que derrotar novamente alguns bosses e repetir horas de jogabilidade pobre. Um jogo que parecia inovador na DS, no PC parece uma reutilização de boas ideias que outros jogos criaram. A atmosfera e design geral parece ser altamente influenciada por Silent Hill, temos informações espalhadas pelo mapa de maneira semelhante a Amnesia e quase todos os outros jogos género.

Dementium-II-HD

Como a historia é também deixada no mínimo não há muitas razoes para aguentar a má jogabilidade e combate frustrante. Na Nintendo DS estes problemas eram fáceis de ignorar, pois não havia nada do género na consola e temos que ter em conta as limitações da consola. No PC não existem essas limitações e pedia-se algo mais.

 

Tiago Roque

Leave A Comment