Análise: Lunch A Palooza

Lunch A Palooza é um brawler em forma de luta de comida que me tinha interessado um pouco quando vi o trailer mas conseguiu ser uma desilusão total quando o joguei. Quem lê as análises do ComboCaster sabe que não sou propriamente difícil de agradar e considero alguns jogos como bons que outros criticam a toda a linha, mas ocasionalmente aparece um jogo que consegue marcar todas as caixas possíveis para não encontrar uma razão porque alguém pode gostar do jogo.

Lunch A Palooza nunca poderia ser um jogo para agradar à maioria dos jogadores, mas podia ser um daqueles jogos que eu gosto de caracterizar como jogos de domingo à tarde, ou seja, algo barato que compramos para jogar com um grupo de amigos ou família e voltamos a jogar uma ou duas vezes depois disso. Não são extraordinários mas são divertidos durante algum tempo. Infelizmente Lunch A Palooza não tem sequer um preço agradável o suficiente para poder ser um desses jogos. Podia ser um jogo para jogar com crianças mas nem mesmo essas irão encontrar aqui algo interessante para elas.

A premissa do jogo é relativamente original, colocando até quatro jogadores numa mesa de restaurante a tentarem derrutarem-se uns aos outros da mesa. Cada jogador escolhe um prato, seja um hamburguer ou uma gelatina por exemplo e cada uma tem um ataque diferente. Nem sequer em termos de equilibrio o jogo é um bom exemplo já que algumas personagens são claramente superiores. O problema principal é a jogabilidade já que Lunch A Palooza apresenta-se como um jogo de jogabilidade simples, contendo apenas três botões, atacar, saltar e agarrar, mas esta é uma simplicidade completamente inútil já que não encontrei forma de dominar a jogabilidade. Os combates desenrolam-se de forma completamente descontrolada e o principal fator aqui é a simples sorte.

Podia ser ao menos um jogo bonito de se olhar ou ser minimamente estável mas nem isso posso dizer de Lunch A Palooza. Começando pelos aspetos mais técnicos aquilo que podemos encontrar nas opções é muito pouco. Tentei por exemplo jogar na resolução nativa do meu ecrã que apesar de aparecer nas opções não é de todo bem suportada. O resultado de tentar correr o jogo numa resolução ultrawide é ter metade do ecrã do jogo cortado. Alguns jogos têm problemas com ultrawide mas normalmente cortam um pouco do ecrã acima e outro abaixo mas aqui parece só ficar cortado por baixo. Além disso o jogo é um pouco feio, não tendo nem a qualidade gráfica desejada, nem um bom design a acompanhar. Os criadores não optaram exatamente por um visual low poly e o que acaba por chegar aos jogadores é algo que não é nem detalhado nem low poly mas colorido.

Lunch A Palooza oferece algum conteúdo extra para desbloquear e alguns modos de jogo que se baseiam em mais do mesmo, por isso ficamos logo bastante limitados. Podemos jogar localmente ou online mas jogar online é um verdadeiro mito já que não existem ninguém com quem jogar. Com tudo isto somado é realmente difícil encontrar um ponto a favor de Lunch A Palooza. É um jogo com um conceito que poderia ter sido bem aproveitado. Além de poder ter sido um jogo interessante para um fim de semana podia ter sido um sucesso na comunidade de streamers. Infelizmente o resultado final é um jogo sem uma boa jogabilidade, que visualmente apenas posso classificar de feio e com um som que não é melhor que nenhum dos outros aspetos.

Tiago Roque

Leave A Comment