Análise: Bounty Battle

Bounty Battle pode ser descrito como o Super Smash Bros dos jogos indie e sinceramente tinha tudo para ser um excelente jogo. As personagens presentes no jogo podem não ter o estatuto e reconhecimento que as de Super Smash Bros ou até as de PlayStation All-Stars mas todas elas são bastante conhecidas, especialmente pelo público que joga jogos indie. Desde personagens de Guacamelee! a Owlboy e Battle Chasers: Nightwar, Bounty Battle tem muito para oferecer em termos de personagens. Infelizmente é a única coisa positiva que tem para oferecer já que consegue falhar em toda a linha restante, desde jogabilidade, apresentação, som e longevidade.

Começando pela apresentação é importante realçar que os designs das personagens estão bem conseguidos. Todas as personagens são reconhecidas instantaneamente, isto se as conhecerem. O jogo inclui os logótipos dos jogos a que as personagens pertencem mas nada mais além disso. Um pouco de história sobre as personagens ou mesmo os sobre os jogos e os seus criadores mas o jogo não apresenta nada do género, ou se o faz está tão escondido que não encontrei nem traço da sua existência. Não é sequer por falta de espaço já que os menus de Bounty Battle são realmente podes. Até a seleção das personagens é aborrecida e tem espaço de sobra para colocar algumas curiosidades sobre os jogos pelo menos.

Se o que descrevi acima pode ser apenas uma oportunidade mal aproveitada, o mesmo não pode ser dito sobre a jogabilidade já que é simplesmente atroz. Não há sequer um factor redentor mas se há algo que piora ainda mais a experiência é que o jogo é feio e confuso. A IU dentro do jogo é tão má como fora e nada é óbvio. A jogabilidade em si é simples o suficiente mas as animações são tão más e básicas que é quase impossível ler o jogo. Felizmente a IA é tão básica que conseguimos ir ganhando os torneios que o jogo tem para oferecer para pelo menos termos alguma gratificação com Bounty Battle.

Em termos de modos de jogo Bounty Battle consegue novamente ser uma desilusão. O jogo oferece um tutorial, um modo torneio, um modo de treino e alguns desafios. Existem variantes para múltiplos jogadores mas nada além disso. Dentro do jogo existem algumas variações da fórmula de um jogo de luta, alguns mais perto de um combate tradicional e outros mais perto de um Super Smash Bros mas nada que eu possa chamar de original.

Bounty Battle tinha uma ideia que tinha tudo para dar certo mas a execução conseguiu arruinar completamente o resultado final. Por muito que goste das personagens aqui presentes não há como segar que Bounty Battle parece um jogo flash feito por fãs dos jogos das personagens aqui presentes.

Tiago Roque

Leave A Comment