Análise: Razer Viper

Um bom rato não irá transformar um mau jogador numa estrela dos esports, mas quando o nível de habilidade é alto, pode realmente fazer a diferença. Já tentaram investir horas num jogo competitivo para PS4 e tentar jogar o mesmo jogo numa Switch ou Xbox? Aquilo que posso falar de experiência própria é que depois de bastante tempo a jogar Rocket League com um Razer Wolverine tive que trocar de comando e joguei algum tempo para um semelhante ao comando PlayStation e a minha capacidade de jogar diminui muito durante uns dias. Um rato tem mais ou menos o mesmo efeito e além de ganharmos hábito por certos designs e modelos, o feel dos botões e peso do rato são o suficiente para alterar a nossa forma de jogar.

O Razer Viper é um rato pensado para ser um rato para esports, pensado para aumentar o desempenho em jogos de alta velocidade, como Counter-Strike: Global Offensive ou Overwatch. Com um peso de apenas 69g, interruptores óticos semelhantes aos do Razer Huntsman Elite e tudo numa carcaça robusta que irá durar anos e um preço realmente acessível para o que vem incluído.Comparado com outros ratos voltados para esports o Razer Viper encontra-se numa gama média alta mas é também o que oferece mais pelo preço. Mas se procuram algo muito mais casual não posso dizer que não existem muitos ratos mais baratos por aí, mesmo ratos gaming, mas, se estão à procura de um rato robusto com o qual possam ganhar “calo”, este é uma das melhores propostas no mercado.

Como o Razer Viper foi projetado para ser um rato de esports mais do que qualquer outra coisa, pode não ter a quantidade de botões que outros oferecem e até features mais arrojadas, mas é um rato que oferece dos melhores sensores que podemos encontrar e robutez acima de tudo. O Razer Viper é também muito menor do que alguns outros ratos gaming, algo que é esperado de um rato que tem como principal argumento a sua natureza leve. O tamanho reduzido é também ótimo para quem tiver mãos pequenas. Somando-se à acessibilidade está o facto de que o Razer Viper ser ambidestro. Normalmente isto vem o preço de não ser ergonómico para destros ou esquerdinos, mas o Razer Viper é bem confortável para os dois.

O rato conta com os botões padrão esquerdo e direito, ambos com interruptores opto-mecânicos da Razer, dois botões em cada lado que funcionam como retroceder por padrão, embora possamos programá-los como quiser-mos. A roda é bastante standard e não tem nenhuma dos pequenos detalhes que ocasionalmente a Razer coloca nos seus ratos. Na parte inferior do Razer Viper, encontramos a alternância dos DPI, que a Razer colocou na parte inferior porque dessa forma os jogadores profissionais não podem acertar acidentalmente durante o jogo. As laterais de borracha texturizada têm uma sensação ótima e ajudam a melhorar a aderência.


Este não seria um rato da Razer sem RGB, mas também a iluminação é bastante moderada aqui e em vez de ter 10 zonas de iluminação diferentes espalhando cores por todo o lado, apenas tem um logotipo da Razer iluminado. Como o Razer Viper tem um sensor de 16.000 DPI, não deveria ser muito surpreendente que ele seja extremamente responsivo, especialmente quando a sensibilidade do rato alta. Também os interruptores opto-mecânicos presentesajudam a proporcionar uma experiência de jogo rápida e isso deve-se à forma como o sinal é entregue. Ao contrário dos ratos normais que usam o software para evitar duplos cliques, cada clique do Razer Viper dispara um único laser que apenas é registado uma vez. Isto pode não parecer grande coisa, mas para o nível de jogo a que o rato se destina é realmente importante.

O Razer Viper é atualmente um dos melhores ratos do mercado, graças ao design leve, a latência baixa e o perfil moderado são grandes vitórias. Além disso não é exageradamente caro, por isso se estão à procura de substituir o vosso rato dificilmente encontrarão melhor no mercado.

Tiago Roque

Leave A Comment