Antevisão: Embr

Com as empresas privadas cada vez a assumirem algo que era público e apps a substituírem algo como os Taxis, talvez não estaremos tão longe de um futuro onde temos bombeiros privados que podemos chamar como um Uber. Embr pega nessa premissa e coloca o jogador no papel de bombeiro numa destas empresas modernas e onde tem que se preocupar tanto com salvar vidas como obter opiniões positivas dos clientes. Resgatar civis nem sempre é fácil e cada chamada que atendemos apresenta os seus próprios problemas. Vencer os riscos ambientais em Embr leva a situações divertidas, pelo menos para o jogador e os civis seguem-nos em direção à segurança desde que consigamos abrir um caminho para eles.

Embr é bastante aberto no que toca à resolução dos problemas. Os jogadores escolhem como superam cada obstáculo e como contornar cada desafio. O fogo é como sabemos aqui em Portugal, uma criatura selvagem e imprevisível, o que nos leva a termos de constantemente procurar caminhos alternativos porque parte do edifício ruiu por exemplo. Aquilo que Embr faz muito bem é a forma como não nos guia a mão e aquilo que senti é que o jogo foca-se essencialmente em colocar os obstáculos à nossa frente e também em darnos várias ferramentas para os ultprassar. Esse conjunto de ferramentas expande-se muito conforme usamos o dinheiro que ganhamos no combate aos incêndio. A maioria dos equipamentos pode ser melhorado várias vezes, por exemplo, as mangueiras de água têm melhorias disponíveis para aumentar a capacidade de água e pressão da mangueira, o que a torna mais eficaz a empurrar obstáculos. Outras melhorias têm ainda mais impacto, como a recarga automática por exemplo que faz com que não tenhamos de voltar ao camião a meio de uma missão.

Da mesma forma que a Uber tem de lidar com os taxis tradicionais e com a Lyft e Cabify, também Embr não é o único esquadrão de combate a incêndios do mercado e durante a ascensão da nossa empresa temos de enfrentar a concorrência de uma startup de combate a incêndios chamada Hosr. Isto resume basicamente a história do jogo e na prática resume a de vez em quando receber-mos uma chamada um pouco suspeita e que ao chegar ao local pode acabar com a nossa personagem presa num prédio e onde temos de usar todo o conhecimento acumulado de combate a incêndios para escapar. Apesar de todas as missões do jogo serem verdadeiros puzzles, estas missões acabam por ser bem mais isso.

Embr é um jogo um pouco tolo e estranho com tem muitos pontos a seu favor. É também um jogo que tem ainda muito para crescer. Neste momento encontra-se em Acesso Antecipado na Steam e se o conceito vos pareceu interessante é uma boa altura para saltar a bordo já que o jogo está perfeitamente jogável e o vosso feedback pode influenciar o futuro do jogo.

Tiago Roque

Leave A Comment