Análise: Kill It With Fire

Kill It With Fire é um pequeno jogo que poderia ser descrito como um sonho para todos os aracnofóbicos, já que essencialmente os deixa vingarem-se de anos atormentados pelas pestes que são as aranhas. Mas dado o ódio geral que existe pelos nossos inimigos de muitas patas, Kill It With Fire consegue ser gratificante para praticamente toda a gente que tem como reação automática sempre que vê uma aranha dar-lhe um pisão.

Kill It With Fire é um jogo na primeira pessoa, onde o jogador tem a tarefa de vasculhar vários cenários para encontrar e matar qualquer aranha que encontre. No início do jogo, tudo o que temos à nossa disposição é uma simples prancha para golpear as aranhas. Kill It With Fire apresenta ao jogador também uma série de objetivos secundários em cada nível, normalmente simples mas diversos. Estes objetivos são inteiramente opcionais na maior parte, mas completar um certo número deles garante novas arma ou um upgrade. Também podemos encontrar armas ao vasculhar os cenários, mas recomendo fazer alguns destes objetivos sempre que conseguirem.

A jogabilidade base de matar as aranhas pode ser muito divertida, mas encontrá-las costuma ser aborrecido. Podemos interagir com praticamente tudo o que encontramos no cenário e podemos por exemplo abrir um baú e retirar toda a tralha de lá de dentro à procura de itens ou aranhas. É uma mecânica de jogo ambiciosa, mas que se torna terrivelmente repetitiva depois de algum tempo. Também é algo enervante já que ficamos sempre com a ideia que uma aranha vai saltar por debaixo do objeto que estamos a retirar naquele momento.

Existe um número razoável de insetos escondidos em cada nível, mas nunca o suficiente para parecer demasiado irreal e podemos facilmente encontrar algum sítio da nossa casa com uma ou duas aranhas quando voltamos das férias de verão. As aranhas em Kill It With Fire vêm em diferentes formas e tamanhos e com comportamentos após a morte diferentes, alguns explodindo e outros libertando aranhas mais pequenas. Isto em si já não é muito realista. Já vi aranhas com centenas de pequenos filhos à volta, mas nunca vi uma aranha que ao morrer liberta milhares de pequenas aranhas como se fosse uma pinhata do The Thing.

Kill It With Fire não é um super jogo que recomendo a todos os jogadores, mas é divertido. Tem falhas e sobretudo falta de opções e o conteúdo também não é muito, no entanto é um jogo onde podemos gastar facilmente meia ou uma hora por dia e quando dermos conta já temos umas 10 ou 20 horas de jogo.

Tiago Roque

Leave A Comment