Análise Ecolibrium

A Sony tem apostado em oferecer bastante conteúdo por pouco preço, desde os jogos PS3/PS Vita em que apenas temos que adquirir um a jogos gratuitos e após o excelente Frobisher Says! aí vem outro jogo promissor. No entanto, Ecolibrium não apela aos gostos de todos os jogadores sendo voltado especificamente para os amantes de gestão. Aqui, o principal objetivo, como o nome sugere, é para trazer equilíbrio a um mundo virtual que o próprio jogador criou.

A Sony com Ecolibrium oferece um simulador virtual ecossistemas que vai colocar o jogador na pele do criador e guardião de um desses ecossistemas. Ecolibrium vai testaras  suas habilidades de gestão e mais, levando-o a desafiar outros jogadores na Playstation Network com uma tabela de classificações e rankings. Mas vamos aprofundar um pouco mais este título muito interessante e cheio de opções para os amantes do gênero.

O jogo começa num mundo virtual onde o jogador tem que escolher um lugar agradável onde colocar o seu ecossistema. Uma vez feito isso, a principal tarefa do jogador é plantar vegetação e escolher as criaturas apropriadas. Dito deste modo parece muito simples, mas na realidade as coisas são mais complicadas, devido à diversidade de plantas, cada uma com uma função completamente diferente das outras. Por exemplo haverá flora, capaz de produzir alimentos para animais herbívoros, mas também útil  para criar humidade e oxigénio, e assim por diante. É claro que, uma vez inseridos herbívoros temos de ser sensíveis à adequação das plantas para satisfazer as suas necessidades, sempre tendo atenção à taxa de umidade e minerais. Como devem ter adivinhado cada ação feita por nós será uma mudança no nosso ecossistema que constantemente este tenta reequilibrar.

Dada a presença de criaturas que se alimentam de folhas e frutos, não poderiam faltar os carnívoros, que essencialmente seguem a cadeia de comida típica de animais terrestres, de acordo com a regra básica de o maior come o mais pequeno. Estes seres serão monitorizados de perto, sendo muito importante manter a estabilidade das espécies. Ecolibrium tem outra peculiaridade,o tempo vai avançando independentemente de decidirem jogar mais ou menos. O jogo vai continuar a evoluir depois de desligar a consola, e não vai parar, mesmo se o jogador decidir não jogar. A tarefa do jogador torna-se importante, não podendo evitar verificar cada detalhe. Inicialmente pode ter poucas criaturas, para dominar o sistema de jogo não vai ser difícil, mas com o passar do tempo não vai crescer apenas o mundo virtual mas sim também  o nível de desafio.

Há uma série de ajudas para os jogadores menos experientes que ajudam a escolher as espécies a comprar, na alimentação dos animais, etc. Dada a complexidade do jogo os criadores do jogo criaram um tutorial muito rico e completo, que vai levar cada jogador a assimilar rapidamente as várias mecânicas e todas as variáveis ​​que podem ocorrer em Ecolibrium, mesmo os “inconvenientes” mais desagradáveis capazes de perturbar o seu mundo virtual.

Para pontos extra, para desbloquear novas espécies e serem capazes de criar um ecossistema maior têm que enfrentar alguns desafios espalhados pelo mapa do jogo principal. Estes são testes em que o jogador será solicitado para equilibrar situações mais ou menos graves que ocorrem nessas áreas. O jogador será capaz de localizar e caçar algumas espécies usando GPS, colocando-os numa lista e trocá-los com outros jogadores através do sistema NEAR ou na sala de leilões.

Ecolibrium é um jogo gratuito que oferece uma gestão muito complexa e não é adequado para todos. Mas se gostam do gênero e estão com falta títulos do gênero  não devem perder a oportunidade de experimentar Ecolibrium.

Pontuação: 6.3/10

Tiago Roque

Leave A Comment