Análise Toki Tori 2+

Toki Tori 2+ é a versão PC e Mac adaptada da versão Wii U lançada à uns meses e que foi bastante bem recebida. Contem algum conteúdo extra, bem como um editor de mapas que justifica ainda mais a compra, mas é essencialmente o mesmo jogo. Se conheceram o primeiro jogo lançado já há uns anos, ou até o original lançado no inicio do milénio para GameBoy já sabem o que vão encontrar aqui. Um grafismo relaxante misturado com puzzles que fazem o nosso cérebro aquecer bastante por vezes, mas que funcionam brilhantemente juntos.

É difícil descrever qualquer um dos puzzles de Toki Tori sem lançar grandes spoilers porque grande parte da jogabilidade é simplesmente descobrir como todos os elementos do mundo interagem, não havendo sequer um tutorial propriamente dito. Nas fases iniciais do jogo o jogador usa duas habilidades, cantar e bater, para manipular os animais e o ambiente ao seu redor. O que é impressionante é que Toki Tori nunca evolui quaisquer novas habilidades, mas arranja novas formas fantásticas para fazer o jogador usar as mesmas duas de sempre.

O fantástico resultado disso é um mundo que pode parecer uma progressão linear mas apresenta milhares de caminhos possíveis para quem for inteligente os suficiente para os encontrar. Ao contrário dos puzzles do original que dividiam o jogo em niveis, a sequeça apresenta um jogo com uma progressão ao estilo Metroidvania. Quem gosta desse tipo de progressão irá adorar Toki Tori 2+, mas aqueles que gostam muito mais do estilo linear do primeiro podem ficar um pouco perdidos.

O ritmo de Toki Tori 2 é excelente com cada puzzle  mais difícil que o anterior, resultando muitos cérebros fritos depois de algumas horas. Os puzzles são sempre baseados em lógica e nunca irão passar um deles por sorte ou força bruta. Toki Tori 2+ apesar de mudar um pouco a forma como a progressão acontece no jogo, não deixou de ser um jogo de puzzles e qualquer comparação a um jogo de acção sidescroll cai rapidamente por terra.

Toki-Tori-2-Turns-Up-The-Volume_1

Se conseguirem seguir uma linha recta até ao final vão acabar o jogo em pouco mais de seis horas, mas esse é dos poucos problemas do jogo. E mesmo este não é realmente um problema porque mesmo depois de acabar o jogo, haverá ainda muitos caminhos para explorar, e muito para recolher. Como se isso não bastasse existe ainda o editor de níveis que nos pode dar horas e horas de conteúdo desde que a comunidade seja activa.

Obviamente há mais algumas falhas, como a história que serve para pouco mais que dar uma desculpa para ligar todos os puzzles. Os controlos do jogo também podiam ser customizáveis, algo que não acontece. Temos as teclas padrão que quer queiramos ou não têm que servir. Por fim é preciso realçar que o editor de níveis não está dentro do jogo, mas sim como uma aplicação externa, mas por outro lado é um dos editores mais intuitivos que vão encontrar no mercado.

tokitori2plus04

Estas falhas não devem realmente preocupar os jogadores pois Toki Tori 2+ é um jogo de puzzles fenomenal que não sofre praticamente nada com estas falhas. As mecânicas e jogabilidade são tão simples que todos irão gostar e a estética brilhante e alegre apenas nos fazem gostar mais do jogo. Pode ser dito que não faz nada de inovador, o que é verdade, mas faz tudo de forma brilhante, o que nem sempre pode ser dito sobre os tais jogos que tentam inovar.

8.5/10

Tiago Roque

Leave A Comment