Análise Legends of Aethereus

Legends of Aethereus é um rpg hack-n-slash indie que foi passou recentemente nos sistemas Kickstarter, bem como Greenlight do Steam, o que infelizmente não é sinónimo de jogo vencedor. O problemas de LoA são exatamente os que têm vindo a separar os bons rpgs dos incompetentes ao longo dos anos.

Aethereus apresenta um conjunto ambicioso de modos de jogo: single player, multiplayer co-op, arenas Pve tanto single player como multiplayer, arenas Pvp e o famoso modo Hardcore ou morte permanente também está presente. Acho sinceramente que para já, uma vez que Aethereus ainda está a ser desenvolvido, todos estes modos não são mais do que encher o olho. Os únicos modos que realmente valem a pena perder tempo são os modos multiplayer, principalmente as arenas e o Pvp, pois o conteúdo single player é extremamente aborrecido, linear e não traz absolutamente nada de novo.

Em LoA, todos os mapas são praticamente iguais e aqui não existe “open world”, não há convite à exploração. Andamos simplesmente por corredores estreitos, do ponto A ao ponto B, e se por ventura tentamos nos afastar um pouco desta rotina, e formos até as extremidades dos mapas não fazemos mais do que perder tempo, pois é provável que nem um inimigo faça spawn perto de nós, e muito menos provável é de sermos recompensados com um baú de loot, pois estes tendem a estar somente pelos caminhos principais dos mapas.

maxresdefault

As animações de LoA são do pior que eu tenho visto ultimamente, apesar de os gráficos no geral serem bons, e as armaduras que usamos são quase uma afronta a quem é fan deste tipo de jogo, pois têm uma grande importância. De todo o tempo que joguei andei sempre com uma armadura verde alface, e finalmente quando consegui uma peça boa de armadura, esta tinha um aspeto horrível, para além de ser cor de rosa, o que definitivamente não condiz nada com o tipo de jogo, e cria até um certo anticlímax pois temos sempre a sensação que o nosso personagem anda a matar monstros em collants cor de rosa, tirando ímpeto ao personagem.

LoA-03

Como nem tudo podia ser mau, o sistema de combate é bastante interessante. Os ataques têm de ser temporizados de forma a maximizar os danos, temos o sistema de Dodge, para evitar dano, isto faz com que não importe se temos um bow com stats magníficos, se não fizermos mira nem acertamos. Podemos também contar com a ajuda de sistemas pouco convencionais como bombas (que também nos magoam se atiradas perto) e até mesmo rockets. Infelizmente até ao momento temos à disposição somente duas classes: Inventors (dps) e Officers (tank).

Aethereus conta também com um vasto sistema de crafting, com centenas de opções, o que nos permite ter uma liberdade enorme na criação dos nossos próprios items. Podemos também criar a nossa estátua na cidade que é o nosso refúgio, está presente também um engraçado sistema de housing que nos permite ter e decorar a nossa própria casa .

dnhwci

Apesar de ter uma história insignificante, quests aborrecidas a básicas, a única luz a favor de Aethereus é mesmo o combate, e o facto de ser multiplayer co-op. Não tem um preço propriamente baixo para aquilo que oferece neste momento, mas os produtores da Three Gates têm estado atentos às queixas da comunidade, e prometem limar e melhorar o jogo em todos os aspetos por isso penso que este jogo vale a pena, na única condição de ser jogado com amigos, na esperança que num futuro próximo seja possível jogar este jogo num ambiente single player de qualidade.

6/10

Tiago Roque

Leave A Comment