Análise Darkout

Darkout é um jogo que mistura algumas ideias de Terraria com exploração espacial. O primeiro impacto com Darkout é bastante bom, com um grafismo interessante. Apesar de não ser tão perceptível a construção funciona com blocos tal como em Terraria. Infelizmente a jogabilidade não está ao nível de Terraria e pode ser realmente complicado fazer o que queremos. Além disso todas as tarefas parecem ser mais trabalhosas e demoradas que nos outros jogos do género. Darkout faz uma tentativa de contar um pouco mais de uma história do que outros jogos de seu tipo. Isto é se nunca jogaram Starbound.

Registros de dados com informações de fundo podem ser encontrados em todo o lugar, mas é muito fácil de perdê-las e os seus conteúdos não são assim tão importantes. Ao contrário de outros jogos do género onde começamos sem nada ou pelo menos com um inventório muito limitado, em Darkout começamos com uma boa quantidade de equipamento. Isto pode ser visto como algo positivo para alguns jogadores, mas graças a um tutorial limitado, o resultado é que não sabemos o que fazer com metade do que nos é dado e acabamos por confundir tudo. Equipamento limitado tem uma razão de ser, que é dar tempo ao jogador de conhecer o jogo, uma lição que os criadores de Darkout não aprenderam.

O jogador ganha pontos de pesquisa para explorar novas áreas e derrotar inimigos. O combate é mais subtil do que equilibrado , mas os hitboxes tanto a si mesmo e inimigos são imprecisos. Descobriu-se que as criaturas indígenas são fracas quando submetidas a luzes brilhantes, algo que não foi explicado em nenhuma parte do jogo. Os gadgets que vamos desbloqueando no decorrer do jogo são realmente interessantes e é apenas pena que tenhamos de passar por tanto tempo aborrecido para que Darkout valha realmente a pena.

A primeira parte do jogo é muito tediosa e é praticamente igual à de qualquer outro jogo do género como Minecraft por exemplo, com o jogador a ter que construir o seu primeiro abrigo. Explorar é provavelmente o mais divertido que vamos ter nas primeiras horas. Vamos encontrar outras formas de vida , novos minérios, explorando a superfície e as profundezas. O jogo inteiro é muito escuro , porém, e as fontes de luz não parecem ajudar muito. Não há muita penalidade por morrer e ainda bem, pois alguns inimigos parecem matar-nos instantaneamente. O maior problema em Darkout é o facto de ser tão restritivo em termos de onde podemos colocar certos itens, algo que nunca acontece em Terraria por exemplo.

17dix7RS

Darkout é desajeitado , a interface é obscura e ele simplesmente não me despertou interesse ao fim de algumas horas. Dado aquilo que os criadores deixaram passar, esta é apenas a primeira fase do jogo, no entanto não o estão a vender como um jogo em “early access” e como produto final não tem qualidade nem conteúdo suficiente. Tendo em conta que este tipo de jogos nos ocupam horas e horas não acredito que precisem de mais do que um ou dois do género na vossa livraria Steam. Portanto fiquem-se por Starbound ou Terraria.

5/10

Tiago Roque

Leave A Comment