Análise Savant: Ascend

Savant: Ascend é uma colaboração entre a produtora D-Pad Studios, e curiosamente, o artista de dubstep (e não só) Norueguês Alksander Vinter, também conhecido como Savant, que dá o título a este jogo e mais ainda, uma banda sonora pulsante criada por ele.

A história é simples, Savant foi expulso da sua torre por um mal desconhecido que habitou o interior da torre com perigosos inimigos. O nosso trabalho é subir a torre, rebentando wave após wave dos inimigos, ao longo de três curtos mas deliciosos níveis e reclamar a nossa torre de volta.

A jogabilidade é tão simples quanto viciante. Somente nos podemos desviar para os lados e saltar de forma a evitar os inimigos voadores que nos vão rodeando e nos tentam acertar de todos os lados. Enquanto nos tentamos desviar temos também que disparar a nossa arma para os aniquilar: um projétil de luz que os destrói no impacto.

savant_881274_650x

Ao matar inimigos temos que apanhar peças de Cd’s, que ao completar um Cd completo nos dá um poder novo, até um total de quatro poderes, ou seja há quatro Cd’s para completar e temos obrigatoriamente que o fazer  pois apesar de só ter três níveis, o jogo complica-se logo a partir do 1º minuto com inimigos a rodearem-nos por todo o ecrã.

Cada vez que morremos é game over e começar o nível de novo. Mesmo os pontos que acumulámos até à data são resetados, ou seja se queremos atacar os tops das tabelas de pontuação teremos que fazer os três níveis de uma assentada só, o que de certa forma aumenta um pouco a longevidade de Savant: Ascend.

savant_881334_650x

Se chegarmos ao fim do jogo, desbloqueamos dois modos de jogo, o típico time attack e o modo endless, ou seja, são waves e waves de monstros que nunca pára, só para os mais resistentes.

Os gráficos de Savant: Ascend são fantásticos pelo seu estilo, desde as roupas do personagem Savant até à Torre, tudo num estilo gótico cheio de detalhe. Aliado a tudo isto temos a fantástica soundtrack criada pelo homem que dá o nome a este título e que se adequa bastante ao estilo, música dubstep forte e frenética para acompanhar a passada do jogo.

Savant_Ascent-2013-12-03-13-50-29-183

D-Pad Studios e o Dj e produtor Savant criaram um jogo pequeno mas fantástico, que me faz lembrar as velhinhas máquinas arcade. É desafiante, estiloso e único. Um jogo perfeito para entrar numa sessão rápida e quando nos apercebemos já vamos numa sessão de duas horas. Por um preço reduzido e sem nada de mal a apontar a este jogo talvez tirando a longevidade é difícil não o recomendar, é um jogo viciante.

8/10

Tiago Roque

Leave A Comment