Análise: LEGO: The Hobbit

LEGO The Hobbit é baseado nos primeiros dois filmes, faltando ainda informação sobre se irá haver um segundo jogo tal como aconteceu nos jogos LEGO Star Wars e LEGO Harry Potter. Quem jogou os vários jogos LEGO que foram saído ao longo dos anos não irá ficar surpreendido com este. Há muito que deixou de ser “obrigatório” comprar todos os jogos da série. A inovação foi diminuindo ao longo dos anos e este é mais um em que a jogabilidade e mecânicas de jogo são basicamente as mesmas.

Cada personagem que controlamos tem uma habilidade necessária para prosseguir na aventura. O único problema com este sistema em The Hobbit é que maior parte das personagens são muito semelhantes. Não é realmente fácil conseguir distinguir entre a versão LEGO dos vários anões. Os cenários estão brilhantemente recriados em forma LEGO, criando algumas construções incríveis que seriam bastante complicadas de criar com peças reais. Este é um dos jogos mais relacionados com os filmes da série. O próprio diálogo parece ser retirado diretamente dos filmes, assim como a banda sonora.

lego_the_hobbit_13853995334283

 

A jogabilidade é realmente semelhante. Andamos pelos cenários a destruir objetos e recolher peças e à procura das peças douradas. A única novidade é o sistema de crafting que nos permite criar alguns objetos recorrendo a algumas ferramentas. Isto traz alguma profundidade a um jogo que muitos acham fácil demais e com alguma razão uma vez que não se pode realmente perder. O resto da jogabilidade vem diretamente dos jogos anteriores, especialmente da ultima adaptação filme e que também aqui analisámos, The LEGO Movie Videogame. Este é sem duvida um jogo que todos podem aproveitar.

Os mais pequenos irão gostar do grafismo colorido, jogabilidade simples e praticamente nenhuma frustração, mas os pais e outros jogadores vão apreciar o sentido de humor, que apesar de já não ter tanta piada dada a quantidade de jogos da série, continua a ser divertido. Infelizmente tal como o jogo anterior é um jogo curto.

lego_the_hobbit-10

O facto de ser baseado apenas nos primeiros dois filmes, faz com que o final pareça inconclusivo. Não é realmente um final e falta o final definitivo que talvez seja lançado para o próximo ano. Jogar em co-op é também tão divertido como sempre foi e é a melhor forma de aproveitar qualquer um dos jogos da série.

Tiago Roque

Leave A Comment