Análise: Wii Sports Club

O jogo que ajudou a vender milhões de consolas Wii chega agora à Wii U, com um upgrade gráfico, suporte para Wii Motion Plus e funcionalidades online, mas será isso suficiente? O real problema deste lançamento é a forma como é feito. Primeiro foi apenas lançado online e ainda não está completo, contanto com apenas dois  dos desportos que faziam parte do jogo da Wii. A forma como é vendido também não ajuda realmente.

 

Podem comprar cada um dos desportos em separado por €9.99, o que no final irá sair bem mais caro que pagariam ou podem optar por alugar por um dia por €1.99, o que caso tenham intenções de o jogar mais de um dia sairá bastante mais caro. Este modelo de negocio não se adapta de todo ao mercado nacional e tenho sérias duvidas que seja um modelo que tenha sucesso. Apesar de se notar claramente um melhoramento gráfico, isso não beneficia realmente o jogo. O grafismo de Wii Sports é bastante minimalista e não é o aumento na resolução que o torna melhor.

WiiSportsClub8

 

Aquilo que melhora realmente a experiencia de jogo é o suporte para Wii Motion Plus. Este pequeno acessório torna o jogo realmente melhor, com controlos muito mais precisos. Para jogadores como eu, era o suporte para o GamePad que tornariam o jogo bem mais desejável, mas foi pelos controlos por movimentos que a Nintendo conseguiu atrair o publico casual e apesar de isso ter diminuído com o lançamento da Wii U, não é algo que esta irá descartar tão cedo. Nenhum dos desportos é muito parecido aos jogos reais que lhe dão o nome, mas continuam a ser bastante divertidos. São agora mais desafiantes e Ténis continua a ser o melhor e mais divertido.

Um jogo que era tão indicado para jogadores casuais, com os novos controlos pode já não o ser tanto. Com a nova camada de precisão os truques antigos já não funcionam e os jogadores antigos têm que se habituar à nova jogabilidade. Além da inclusão do modo online , foram também adicionados alguns minijogos que nos ajudam a treinar. Mas é a inclusão de modos online a verdadeira surpresa.

 

 

Tiago Roque

Leave A Comment