Análise: Toast Time

Há jogos que não têm o direito de serem tão bons e Toast Time é um desses jogos. A simplicidade de jogabilidade e grafismo são um dos pontos fortes e apesar de ser um jogo mobile e que eu recomendaria para essas plataformas, consegue ser muito divertido no PC.

Toast Time é basicamente uma mistura de todas as coisas relacionadas com torradas e café da manhã. Não é um jogo de plataformas, mas acaba por ser semelhante em alguns aspetos, apesar de se jogar apenas com um clique. O jogador tem apenas que clicar no cenário para lançar fatias de pão. É um esquema de controlos simples, mas que consegue ser desafiante. Quando lançamos um projetil a nossa personagem não fica no sitio, sendo impulsionada no sentido oposto, o que dificulta bastante o jogo.

ss_967f551e0613895bbdc9ba146adb99cc44a67be0.600x338

É tão divertido quanto parece. Não podemos simplesmente disparar continuamente, pois existe um limite de pão por nível, no entanto vamos apanhando vários powerups que nos dão disparos adicionais de torradas e afins. Por exemplo, a baguette fura o chão e outros itens como os bagels são uma reminiscência de “spread” e assim por diante. Cada arma tem um propósito distinto, e pode ser usada para resolver uma variedade de situações.

Nível de design Toast Time também é maravilhosamente trabalhado, e alguns dos níveis mais difíceis podem ficar muito intensos com inimigos ocultos. Os mapas podem-se moldar em algo completamente diferente ou adicionar novos pontos de spawn dos inimigos. Depois existem uma espécie de trampolins que fazem com que apontar se torne mais complicado seja porque a nossa personagem fica aos saltos pelo cenário ou porque os inimigos o fazem.

ss_f9a9b49f0c7763d5ba1d277fcf55120e21dfe1c4.600x338

O estilo visual retro encaixa-se perfeitamente no jogo. Enquanto as cores azul e branco pode se sentir um pouco aborrecidas no início, cada novo mundo abre uma paleta diferente. A simplicidade gráfica ajuda bastante o jogo, diminuindo o numero de distrações no ecrã.

Toast Time tem também uma banda sonora cativante, juntamente com efeitos de som perfeitos. O humor não é abusado, mas todo o jogo irá fazer o jogador a manter um pequeno sorriso.

É um jogo incrivelmente viciante, com muito conteúdo. Consegue manter o jogador agarrado apesar da sua simplicidade, graças a uma jogabilidade gratificante e um ambiente agradável. Como já disse é um jogo que não tinha o direito de ser tão bom como é, mas o que conta é o resultado e pelo preço não irão encontrar um jogo mais divertido que este.

Tiago Roque

Leave A Comment