Análise: ManaCollect

ManaCollect tem como base Minesweepers, jogando-se em vez da normal grelha num formato estranho de azulejos hexagonais, mas o conceito é o mesmo. Por exemplo, um zero indica que não há poços de mana perto do azulejo, enquanto um e dois diz-nos que muitos poços de mana estão em contacto com o hexágono. Depois de localizar-mos um, temos que marcá-lo e capturar a mana. Um timer diz-nos quanto tempo restante temos para encontrar outro e ganhar um bónus. Encontrar mais poços nesse período de tempo estende o temporizador e conta como parte de uma cadeia de mana bónus.

As coisas ficam mais interessantes quando um adversário está na mesma placa, uma vez que temos de competir pelos poços de mana. O jogador tem algumas habilidades que são feitas especificamente para o combate. Dependendo do personagem escolhido, temos acesso a uma habilidade especial, como aumentar a sua velocidade, abrandar os movimentos do oponente por um curto período de tempo, ou trocar de lugar com um outro. Capturar poços de mana é o único caminho para encher o medidor associado a este, e a quantidade adquirida de cada poço é pequena.

manacollect-ss-02

O princípio da jogabilidade é sólida o suficiente, mas inspira-se no jogo errado. Solitário e pinball todos gostam, mas Minesweepers é um gosto adquirido. Também não ajuda que os mecanismos básicos não fazem muito para estimular o interesse. Com exceção das maiores placas, a maioria são bastante pequenas,. Os ataques também carecem de algo espetáculo visual. Ver um medidor encher-se é bom, mas o depois o ataque não é gratificante. E depois temos a falta de optimização. Tenham vocês o computador que tiverem, ManaCollect vai correr lento.

ManaCollect vem equipado com quatro modos diferentes. Estória é o primeiro, e está dividido em quatro capítulos, com algumas rondas cada um que contam pequenas histórias que envolvem cada um dos personagens jogáveis. Há algumas coisas a notar. Em primeiro lugar, os capítulos são curtos. Consistindo apenas num pequeno numero de partidas, cada capítulo pode ser concluída rapidamente. Em segundo lugar, a história e os personagens não são interessantes.  Finalmente, os adversários AI são demasiado difíceis.

ss_5d05a647bd5f615e40e7a71e4724293e8ee10798.600x338

Outro modo é o Torneio é o modo seguinte, e representa um jogo de luta padrão em que o jogador escolhe uma personagem.  Batalha livre é o terceiro modo, onde o jogador pode modificar todas as condições de batalha. No modo versus, podemos jogar contra AI de vários níveis de dificuldade ou contra outro jogador, mas apenas localmente. Dungeon é o modo final, e é um pouco diferente do resto e os combates não são o foco. Em vez disso, vamos passar por vários andares tentando descobrir o máximo de poços de mana quanto possível.

Visualmente é também um jogo bastante básico. Juntando a isso o facto de o audio ser monótono, fica completa a receita de um jogo demasiado mediano. Não é de todo um jogo mau, mas também não faz nada de extraordinário, apesar de tentar com um conceito diferente.

 

Tiago Roque

Leave A Comment