Análise: Neko Navy

Neko Navy éum Shooter 2D, um Bullet Hell para ser mais exacto em que controlamos um gato. Tal como muitos jogos de inspiração ou desenvolvimento japonês, nada aqui faz muito sentido, desde ao facto de controlarmos um gato, a este disparar bolas de energia ou os inimigos que enfrenta.

A experiência de jogo é surreal para dizer o mínimo, mas o jogo em si é surpreendente bom. A jogabilidade é excelente e apesar de todos os gatos à escolha ocuparem uma área considerável do ecrã, o jogo faz um trabalho acima da média mostrando-nos exactamente qual é a pequena hitbox no centro da personagem que temos de proteger.

Os padrões de disparos inimigos são acessíveis em dificuldades mais baixas e subindo a dificuldade por um lado aumenta o número de balas inimigas em cada disparo e existem alguns disparos adicionais que nos complicam a vida, mas a diferença entre fácil e difícil não é grande ao ponto de tornar o jogo injogável.

Existem três gatos à escolha no início mas podemos desbloquear outros adicionais quando completamos o jogo nas várias dificuldades disponíveis. Outro elemento que vamos desbloqueando à medida que vamos jogando são os créditos, não aqueles com os nomes que aparecem no fim, mas aqueles que remontam às moedas que gastávamos nas arcades.

Isto faz com que seja muito mais difícil completar o jogo assim que começamos a jogar do que depois se algumas tentativas. Além do treino que nos torna melhor no jogo, memorizando os padrões do inimigos e dos ataques dos vários bosses do jogo, também temos mais tentativas no caso de perdermos. Cada crédito equivale a três vidas, mas basta atingir uma certa pontuação para ganhar mais uma vida extra.

Utilizar o ataque especial além de limpar o ecrã de inimigos e disparos, infligir um dano considerável num qualquer boss e tornar momentaneamente inconvencíveis também faz com que os inimigos nos dêem consideravelmente mais pontos, pontos esses que são essenciais para ganhar vidas extra. Portanto usem e abusem das habilidades de cada personagem.

As várias personagens já referidas são bastante singulares em aspecto mas também em jogabilidade, diferindo entre si em poder de ataque, dispersão das balas e padrão. Podem preferir uma personagem com bastante ataque mas que ataca em frente e pouco mais, ou uma que tenha um ataque mais fraco mas ataque em mais direcções em simultâneo.

 

Tiago Roque

Leave A Comment