Antevisão: Battle Chasers: Nighwar

Battle Chasers Nighwar é sem dúvida um dos jogos mais promissores que joguei ultimamente. Graças a uma arte fantástica e um combate inspirado por Final Fantástico e outros jogos do género, este pode ser sem dúvida um dos lançamentos do ano.

A arte colorida e as personagens e cenários que parecem desenhados à mão fazem deste um dos jogos mais belos que já joguei, ficando juntamente a Rayman e Street Fighter no topo de jogos com aspecto cartoon que me impressionaram. Em formato estático o jogo é belo, mas quando juntamos os ataques especiais à mistura tudo fica melhor ainda.

Infelizmente ainda só está disponível uma pequena amostra do jogo, uma pequena demo que demora apenas meia hora a terminar, sendo o aspecto visual, a característica que melhor impressão deixa por agora, mas o combate está também muito bem conseguido. Não é revolucionário porque está demasiado enraizado no formato JRPG mas tem os seus pontos fortes.

Tal como em Final Fantástico vamos ter dois tipos de exploração, uma entre cidades e outras zonas onde assumimos o controlo das personagens todas e vamos conduzir o grupo para os objectivos e depois temos a exploração dentro das zonas onde entramos na vista anterior. Aqui assumimos apenas uma personagem e temos de evitar armadilhas, explorar a zona para encontrar itens e entrar em combates chegando perto dos inimigos , não existindo combates aleatórios como nos jogos do género mais antigos, excepto na vista do mapa, na qual os encontros são aleatórios.

Ainda falta algum tempo para o lançamento e assim que mais conteúdo estiver disponível iremos voltar a dar uma nova vista de olhos neste promissor RPG.

Tiago Roque

Leave A Comment