Análise: Rocket Wars

Rocket Wars é um pequeno jogo de ação até 4 jogadores onde cada um controla uma pequena nave numa pequena arena onde independentemente do modo de jogo tem de derrotar os outros jogadores. Apesar da jogabilidade simples, um comando é recomendado para controlar a nave, sendo esse o elemento da jogabilidade que demora mais tempo até o jogador se sentir à vontade.

A arena é realmente pequena e no centro tem ainda um centro de gravidade que temos de evitar ou usar para nossa vantagem. Mas dado o pequeno tamanho da arena, o ritmo do jogo é bastante elevado. Caso não encontrem mais três jogadores podem jogar contra a IA que é na mesma um bom desafio, sendo bastante complicado no início controlar a nave para escapar aos adversários e procurar armamento mais forte, especialmente se a arena estiver com a lotação máxima de quatro jogadores.

Espalhadas pela arena estão armas adicionais e mais poderosas do que a simples metralhadora de baixo calibre que é a nossa arma default. Nenhuma destas armas é inútil mas algumas são realmente poderosas. As minas por exemplo quando bem colocadas são devastadoras tendo em conta o tamanho da arena que já referi, mas a sniper consegue facilmente destruir dois adversários.

Rocket Sara conta com vários modos de jogo, mas todos eles são pequenas variações do mesmo conceito e pouco variam entre típico deathmatch até ao modo de “futebol” onde cada jogador tenta empurrar uma bola até às paredes coloridas da arena. Este é aliás o modo mais diferente, uma vez que os restantes são o mesmo deathmatch mas com objectivos ligeiramente diferentes como sobreviver mais que os restantes jogadores, num modo onde todos começam com um X número de vidas ou similares.

Apesar da sua simplicidade e do facto de se tratar realmente de um jogo sem grande ambição, há bastante diversão para se ter com Rocket Wars. É um jogo frenético onde 4 jogadores à volta de um sofá num ecrã grande podem passar uma tarde. Mas para quem quer um jogar num PC descansado não há razão para o investimento.

Tiago Roque

Leave A Comment