Análise: Solstice Chronicles: MIA

Ao contrário de The Red Solstice, que é altamente táctico e estratégico, Solstice Chronicles: MIA é um pouco mais uma experiência baseada em história e personagem, utilizando mecânicas de Twin Shooter para a sua jogabilidade mais rápida. O jogador joga como um Marine espacial deixado atrás das linhas inimigas em Marte, no meio de uma guerra civil. Um vírus mortal abriu caminho até Marte depois de devastar a Terra, deixando apenas criaturas mutantes nojentas. Deixado à sua sorte, o jogador explora terras esquecidas enfrentando ondas de inimigos enquanto tenta voltar a uma zona segura. Ao longo do caminho o jogador tem de escolher um drone deixado para trás pelas forças de resistência que serve para fornecer informações e um pouco de humor ao jogo.

Um atirador de sobrevivência, Solstice Chronicles é um jogo de ação onde temos de enfrentar grandes quantidades de inimigos, mas as munições, ou melhor, a falta delas tornam o jogo um pouco mais estratégico que o normal. O jogo pode ser jogado usando o rato e teclado ou usando um comando, dependendo da preferência do jogador. Os comandos do drone incluem coisas como criar um campo de força em torno de uma área específica ou explorar itens adicionais nas proximidades. Ao explorar as paisagens, o jogador precisa estar ciente do medidor de ameaças localizado na parte superior da tela. O medidor de ameaça indica seu nível de ameaça, essencialmente servindo como uma dificuldade variável. Ele aumentará de forma constante, a menos que consiga matar um fluxo constante de criaturas. Existem ainda um modo Survival que é semelhante a qualquer outro modo horde e pode ser jogado de forma cooperativa.

O jogo também possui elementos de RPG na forma de pontos que o jogador pode usar em habilidades. O jogador é livre de seleccionar as habilidades com base no seu estilo de jogo, incluindo habilidades que aumentam as habilidades do drone, melhoram as chances de sobrevivência ou as suas habilidades ofensivas. Além disso, também nos é apresentado três tipos de aulas para escolher no início, dando ao jogo um valor de repetição adicional. Os inimigos também vêm em maior variedade à medida que o jogo avança, mantendo o jogador em riste e forçando-o a aprender novos padrões. Primeiramente os inimigos são bastante fáceis, mas as missões posteriores aumentam a dificuldade. Adicionando ao desafio também estão os bosses que estão em boa quantidade durante toda a história. Estes podem ser extremamente difíceis se não se tiver cuidado ou não usar o meio ambiente para sua vantagem.

Solstice Chronicles: MIA. é um bom shoter. Gostei especialmente da narrativa, das sequências de ação e até do som. Tendo em conta a expectativa que tinha relativamente ao jogo, acabou por me surpreender realmente e é por isso que gosto deste hobby de reviewer. Posso experimentar coisas novas, jogos que raramente ia ter oportunidade de jogar e em muitos casos ser realmente surpreendido por um jogo, como é o caso de Solstice Chronicles: MIA. Se gostam do género, este é uma excelente proposta que pega no melhor que este tem para oferecer e ainda mete algumas coisas à mistura que funcionam realmente bem.

Tiago Roque

Leave A Comment