Análise: Spellsworn

Spellsworn é fortemente baseado no mod de Warcraft 3 Warlocks. A premissa é simples: derrotar todos os adversários. Há cinco rondas com rondas  de compras para actualizar a personagem com novas magias. O combate acontece em uma das três arenas em constante mudança, cada uma diferente da outra. As magias que se pode usar são divididas entre cinco categorias diferentes: ofensiva, defensiva, área, utilidade e viagem. O jogador pode-se concentrar em apenas uma categoria ou espalhar o ouro entre elas para obter o melhor retorno. Além dos feitiços, também podemos actualizar a personagem com novas armas e skins.

O jogo não faz um bom trabalho para nos preparar para o combate, então os primeiros combates são realmente difíceis, mesmo para jogadores experientes em MOBAs. Mas assim que jogamos algumas vezes, o ritmo rápido e os controles fáceis acabam por se tornar naturais. Habilidades evasivas são essenciais o mais cedo possível para evitar magias que são lançadas e dar espaço para o jogador jogar. Pode parecer muito para acontecer de uma vez, mas é bastante simples .Mas enquanto os controles são fáceis de perceber depois de algumas partidas, são extremamente difíceis de dominar. Spellsworn é 100% baseado na sua habilidade e a quantidade de jogos que perdemos no início pode tornar-se facilmente desmotivante.

A personalização, tanto em partidas individuais quanto em todo o jogo, é surpreendente, já que Spellsworn é o primeiro título da Frogsong Studios. Com mais de 28 feitiços para escolher, o jogador tem muitas opções para personalizar a sua personagem ao seu estilo de jogo pessoal. As cinco categorias de feitiços dão-nos a oportunidade de misturar e combinar e é essencial experimentar combinações diferentes para perceber o que melhor se adapta à nossa forma de jogar.

Enquanto isso contribui para um campo de jogo equilibrado, pelo menos no que diz respeito a estatísticas, pode ser frustrante para novos jogadores no começo. Além disso o jogo não tem propriamente muitos jogadores no momento. É um problema que afecta demasiados jogos atualmente e não tem solução aparente. O mercado está saturado e os jogadores têm tendência a juntar-se em jogos que tenham uma boa user base.  Perseverança é uma grande parte do Spellsworn. Se o jogador tiver paciência para perder partida após partida até que finalmente chegue ao topo, consegue tirar um bom proveito de Spellsworm. Se estão à procura de um jogo em que possa entrar e aproveitar o sucesso antecipadamente, isso não acontece aqui.

 

Tiago Roque

Leave A Comment