Análise: Homem-Formiga e a Vespa

Homem-Formiga acaba por ser quase que uma personagem à parte no grande esquema das coisas, pelo menos até agora, no Universo Cinematográfico da Marvel. Apesar de participar em Guerra Civil, o seu primeiro filme e este segundo são histórias contidas em que não se trata de salvar o mundo e mais do que tudo são filmes que trazem diversidade ao universo da Marvel que fica a ganhar com este tipo de filmes ocasionalmente. A escala do filme é portanto muito mais reduzida, algo que não tem nada a ver com o tamanho do personagem, mas sim da própria ambição que a Disney tem no filme o que se reflecte por exemplo na data de estreia em Portugal atrasada em um mês relativamente a outras zonas.

O segundo filme de Homem-Formiga passa-se entre Capitão América Guerra Civil e Vingadores: Guerra do Infinito, com Scott Lang a entrar em ruptura com Hank Pym por causa da utilização do seu facto e em prisão domiciliária sem poder contactar com os Vingadores e Pym e a filha. No entanto, o foco do filme não é no entanto tudo isto mas sim a possibilidade de a mãe de Hope ainda estar viva no reino quantico e Scott é a chave para a encontrar. No entanto a tarefa complica-se por dois lados, com um traficante de tecnologia a tentar roubar o trabalho de Hank Pym e a misteriosa Ava ou Fantasma que tenta encontrar a Vespa original para lhe absorver a energia acumulada e curar-se a si própria.

Homem-Formiga e a Vespa é mais do que tudo um excelente filme para os fãs da Marvel que tiveram uma experiência pesada com A Guerra do Infinito, boa sim mas pesada. A produção mantém a quase que a Disney e a Marvel nos habituaram desde sempre e a interpretação é competente. A história pode dar alguns saltos menos conseguidos que o normal e ter alguns buracos na narrativa mas é mais do que tudo um filme divertido e com um vilão bastante interessante, o que mostra que a Marvel tornou-se muito melhor nesse aspecto. Além disso não sofre do cliché do terceiro acto que assombra a Marvel.

Não é um filme perfeito, sendo muito mais simples que o normal, não envolvendo alienígenas e um herói a salvar o mundo mas é um excelente filme da Marvel que com a cena pós créditos nos deixa ainda mais ansiosos pelo próximo filme dos Vingadores.

Tiago Roque

Leave A Comment