Análise: Memories of Mars

O género sobrevivência é um dos mais fortes atualmente no mercado. Depois do sucesso que foi DayZ e tudo o que daí veio e com o culminar na febre dos Battle Royale, o género é o mais popular mas também é dos mais complicados de ter sucesso, o esse sucesso neste momento a ser divido entre Fortnite e PUBG. Memories of Mars está neste momento em Early Access na Steam e tem recebido actualizações bastante regulares e que têm melhorado o jogo até ao momento atual e no qual sinto que já esteja na altura de uma análise. Memories of Mars não é um jogo de sobrevivência bem ao estilo DayZ ou muito menos um Battle Royale, mas sim um jogo mais focado na exploração como alguns outros que já por aqui passaram e dos quais não guardo as melhores recordações.

Memórias de Marte como o nome indica tem como cenário o planeta Marte, com o jogador a acordar numa instalação de clonagem abandonada por um robô. O jogador não tem muita informação para começar, mas como a maioria dos jogos de sobrevivência, tudo é baseado em descobrir quem é a nossa personagem e no fundo tentar sobreviver. O jogador deve sair do edifício e encontrar alguns itens pelo caminho para começar a sua jornada de sobrevivência. Depois de chegarmos à porta, temos três locais para escolher onde começar. A curva de aprendizagem do jogo é grande e principalmente o início é simplesmente frustrante. Se existe algo que une todos estes jogos é que o início de cada um assusta e afasta muitos potenciais jogadores.

Felizmente o jogo começa a mostrar todo o seu potencial à medida que vamos ultrapassando estas dificuldades iniciais. O personagem tem estatísticas que o jogador deve ter em atenção,  oxigénio, calorias , energia e saúde. O oxigênio é vital e pode ser reabastecido em botijas que encontramos ou quando localizamos tomadas de oxigénio que estão normalmente conectadas a um longo sistema de canos. As calorias são mantidas comendo alimentos que encontramos ou podem ser criados na impressora com os recursos certos. A saúde é reabastecido sempre que se come ou bebe, mas os Medkits também afectam esta estatística como seria de esperar. A energia depende apenas do esforço do personagem e é uma estatística bem mais facil de gerir.

Em termos de habilidades existem arquiteto , técnico e sobrevivente Estes apresentam todas as ferramentas e itens que precisamos para sobreviver neste planeta. Para desbloqueá-los, precisarmos de recolher FLOPS de moeda. Estes podem ser encontrados ao saquear os inimigos que matamos, sim existem inimigos. Estes são muito escassos e tornam a progressão no jogo bastante lenta. O melhor é ir à procura de edifícios espalhados pela paisagem que nos leva aos recursos necessários para construir esses itens. Eles são encontrados no solo ou com ferramenta de mineração a partir de rochas. Todos os itens que podem ser colhidos têm um tom brilhante e são geralmente bastante fáceis de encontrar.

Os inimigos em Memories of Mars, são adversários temiveis. Podia dizer adversários à altura mas estes são no geral tão complicados que vou ficar por temíveis, até porque o normal aqui é simplesmente morrer várias vezes. Felizmente tal como em Dark Souls temos apenas de voltar ao nosso mapa para recuperar as coisas, algo que apenas ajuda se forem inimigos AI e existem muitos inimigos reais no jogo.

O jogo ainda está Early Access e contém ainda algumas arestas para limar, mas que certamente serão mais técnicas do que corrigir problemas de mecânicas do jogo. Para quem é fã do género, esta é certamente mais uma excelente proposta mas para aqueles que são como eu e já deram todas as chances ao género, não parece existir nada neste Memories of Mars que o distinga muito da concorrência. É sem duvida um jogo competente mas que não irá converter quem não é fã.

Tiago Roque

Leave A Comment