Antevisão: Virtual Ricochet

Há jogos que realmente não precisam de muitas letras para descrever. Virtual Ricochet é um produto do seu tempo, numa altura em que por cada Half Life Alyx, temos uma dezena de jogos de estúdios que ainda estão a tentar perceber que boas experiências podemos ter em Realidade Virtual. Muitos dos títulos para VR são ainda experiências e estão longe de ser jogos completos.

Em Virtual Ricochet recebemos uma raquete e uma plataforma para defender. Durante o jogo irão aparecer drones e temos que acertar neles antes que eles possam atacar a nossa base. Se nos acertarem três vezes, o jogo acaba e temos que jogar aquela fase novamente. É um conceito realmente simples, com o único pormenor interessante o de termos raquete laser que permite que desviar certos tiros, mas no geral tudo continua a parecer um tudo ou nada simplesmente ténis.

O jogo tem uma estética arcade neon dos anos 80 e sinceramente mesmo não tendo vivido na época e seja uma estética abusada atualmente continua a ter uma queda por ela. No entanto no que toca à jogabilidade, Virtual Ricochet não impressiona. Os inimigos são codificados por cores e devem ser atingidos com lasers da mesma cor para danificá-los. Temos também que nos certificar de que a raquete a laser está definida para a cor do projétil que vamos desviar. Alguns drones atiram projéteis que não podem ser desviados e devem ser evitados saltando para outra plataforma e o jogo auxilia o jogador nos que podem ser desviados com uma linha.

Existe também um sistema de habilidades que podemos melhorar. Como o Virtual Ricochet ainda está ainda em acesso antecipado, há muito espaço para melhorar, mas a página na Steam promete essencialmente mais conteúdo, algo que sim o jogo precisa, mas o problema de Virtual Ricochet é que não é muito divertido de jogar e como os seus criadores dizem que a jogabilidade central já está no jogo, não vejo grande razão para comprar Virtual Ricochet.

Virtual Ricochet tem uma estética que eu pessoalmente gosto muito, mas não faz nada de realmente diferente de muitos outros jogos de VR do mercado. O pouco que tenta fazer de diferente não acrescenta realmente muito à ideia base e a jogabilidade que supostamente já está completamente terminada ou muito muito perto disso não é divertida.

Tiago Roque

Leave A Comment