Análise: Days Gone

Days Gone não vem aumentar muito a oferta da Sony em termos de variedade temática. A Sony tem já jogos semelhantes no seu catálogo, mesmo vindos do seu próprio estúdio. The Last of Us vem-me logo à cabeça se pensar em Sony e zombies, mas Days Gone está longe do jogo da Naughty Dog. Em […]

LER MAIS
Análise: Yakuza Kiwami

Ter visto a série Yakuza a chegar ao PC foi uma das mais agradáveis surpresas que a SEGA me fez nos últimos tempos. Apesar de ser um jogo que joguei na PS2 nunca mais surgiu a oportunidade de pegar em nenhuma das sequelas, não por falta de interesse mas porque sempre fui adiando. Foi com […]

LER MAIS
Análise: Firewall Zero Hour

Os jogos do PSVR não têm a tendencia de serem impressioantes. Depois de experimentar e ficar maravilhado com a tecnologia entramos numa fase em que vemos os problemas que esta ainda tem, especialmente na resolução e efeito nausea em alguns movimentos. Felizmente existem jogos como Firewall Zero Hour para nos ajudar a manter a fé […]

LER MAIS
Análise: Energy Cycle Edge

Energy Cycle Edge é a continuação de Energy Cycle, não que o jogo tenha história mas é a continuação em termos de mecânicas e os jogadores que jogaram o primeiro saberão exactamente o que esperar. Os jogadores são apresentados a uma série de níveis progressivamente complexos. O layout do menu e a interface do jogo […]

LER MAIS
Análise: Party Hard 2

Os jogos indie podem arriscar em conceitos arriscados sem grande compromisso. Enquanto que um estúdio AAA tem a obrigação de apresentar um produto altamente polido para as massas e esperar um enorme retorno, os estúdios mais pequenos não conseguem pensar da mesma forma. Apesar de poderem sonhar com o retorno de um jogo AAA os […]

LER MAIS
Análise: Human: Fall Flat

Human: Fall Flat tem como base a comédia física, onde um idiota desajeitado é forçado a resolver enigmas complexos de física, e tentam manter o controle de tudo. Human Fall Flat foge muito à jogabilidade clássica, insistindo em elementos cómicos que nem sempre funcionam em termos de jogabilidade mas que funcionam em termos cómicos. O […]

LER MAIS
Análise: V-Rally 4

V-Rally 2 na PlayStation original foi um dos jogos que mais joguei na altura. Não era propriamente bom ou ligava sequer aos modos principais. Ao contrário de muitos jogadores acho que perdia horas e horas a criar pistas no editor de pistas. Não me lembro se o jogo é tao bom como me lembro e […]

LER MAIS
Análise: SNK HEROINES Tag Team Frenzy

SNK Heroines: Tag Team Frenzy é exatamente o que queremos quando pensamos num jogo da SNK, especialmente os jogos de combate. Sem ligar ao clima sjw e politicamente correcto, a SNK oferece-nos um jogo de combate apenas com personagens femininas altamente sexualizado que oferece o que grande parte dos fãs quer e tem vindo a […]

LER MAIS
Análise: Ultra Space Battle Brawl

Ultra Space Battle Brawl é uma espécie de pong misturado com brawler para um resultado original, mas sem grande profundidade. Num estilo visual que se assemelha a Street Fighter mas com uma jogabilidade mais perto de pong, Ultra Space Battle Brawl espelha qualquer jogo de luta clássico. Existe um modo de história, um modo versus para […]

LER MAIS