Análise: Portal 2

Quando o primeiro Portal saiu como parte da Orange Box, era de entre todos os jogos que faziam parte de Orange Box a grande surpresa, uma experiência única, originalidade das mecânicas e uma narrativa e personagens inesquecíveis. Ficou assim conhecido como uma obra de génio e um clássico imediato. Mas, tratando-se da Valve não era […]

LER MAIS
Análise Yu-Gi-Oh! 5D’s Decade Duels Plus

Yo-Gi-Oh nunca foi muito interessante para mim. Quando passei algumas tardes a jogar Magic the Gathering já conhecia o seu concorrente, Yo-Gi-Oh mas nunca tive muito interesse. Ao contrário de Magic que aprendi a jogar com outros jogadores, Yu-Gi-Oh aprendi num dos muitos jogos já lançados as suas bases, portanto não sou nenhum estranho ao […]

LER MAIS
Análise: Bientôt l’été

 Em comparação com outros lançamentos Bientôt l’été evita o caminho tradicional a favor da utilização do meio para criar uma obra de arte conceptual. Surpreendentemente, Tale of Tales descreve Bientôt l’été como “não é um jogo para ser vencido” e que não inclui uma meta ou história. No entanto, não importa a descrição do jogo […]

LER MAIS