Análise Bad Hotel

Há jogos que nunca deveriam ser adaptados do iOS ou Android para PC. A Steam começa a estar recheada de muitos destes jogos que não sei como passam pelo Greenlight. Mas depois há Bad Hotel. Um jogo que funciona tão bem na ponta dos dedos como no PC. É um jogo que assenta no conceito Tower Defense mas com uma temática diferente, divertida e no fundo genial. A nossa tarefa é simples, construir um hotel rentável. Infelizmente, o chefe é um mafioso e para reivindicar o seguro do seu investimento irá apostar na contratação de todos os tipos de inimigos “naturais”. O conceito é no mínimo original.

Às vezes , é uma construção bastante tímida , desequilibrada e pronta para tombar a qualquer momento , mas parece muito diferente de qualquer outra coisa que já joguei. Os quartos básicos oferecem uma barreira defensiva bastante fraca, mas funcionam como geradores de dinheiro , ganhando renda para gastarmos com opções ofensivas. Outra sala cura gradualmente todos os edifícios em ruínas e a cada nova sala são adicionadas batidas extras e tons para a banda sonora , criando uma sonoridade percussiva cuja insistente batidas torna o jogo no mínimo inquietante.

Em teoria, o jogador só precisa realmente de proteger o pequeno hotel. Se isso cai, vamos ter que reiniciar a ronda. No entanto, a fim de defender aquele precioso ponto de imóveis, o jogo torna-se um verdadeiro jogo de gestão, onde o objectivo é ser rentável. Não é um jogo fácil, mas é curto e perto do final pode tornar-se um pouco frustrante, o que nos deixa até contentes por ser curto.

A pontuação de cada um dos níveis é baseada numa série de parâmetros, como a altura, o número de quartos e o lucro total obtido. Não existem tutoriais, dicas e pistas , cada novo tipo de quarto chega com pouco mais do que uma breve descrição e um encorajamento táctico para experimentar. Bad Hotel é maravilhosamente convincente como Tower Defense e é vivamente recomendado para os fãs do gênero e aqueles que gostam de conceitos de jogo únicos.

No entanto Bad Hotel funciona melhor até como curiosidade do que como jogo para ser levado a sério e jogado intensamente. O seu habitat natural continuam a ser as plataformas móveis, mas no geral a adaptação é decente e o conceito continua a funcionar no PC.

6.5/10

 

 

Tiago Roque

Leave A Comment