Análise Tiny Barbarian DX

Tiny Barbarian DX é um jogo bastante simples com uma jogabilidade baseada em dois botões, salto e ataque que é tão bom como todos os clássicos NES que nos lembramos em muitos aspectos. Isso reflecte-se também no grafismo e som. Infelizmente não vivemos nos anos 90 e isso pode não ser o suficiente, pois por muito que a nostalgia seja poderosa, nem sempre é um sentimento duradouro.O jogo começa com uma batalhas entre o nosso bárbaro e goblins numa montanha. Esta não é uma batalha feita para ser vencida e vão ter que lutar com estes inimigos até que eles consigam ganhar. Esta é uma forma inteligente de contar a história e é bem utilizada em muitos jogos actuais, incluindo Demon Souls.

O principal problema de Tiny Barbarian DX é ser demasiado repetitivo, especialmente no inicio. O jogo introduz algumas mecânicas de jogo interessantes ao longo do caminho, mas na maior parte, o que temos é simplesmente um platformer de acção. Não há muito para recolher mas o grafismo realmente relembra o melhor que vimos na NES e SNES. A dificuldade é também uma memória do passado, especialmente os últimos níveis que podem ser bastante cruéis. Peguem em qualquer episódio do Angry Videogame Nerd, façam uma lista de coisas frustrantes e comecem a riscar tudo o que aparece nestes últimos níveis.

Felizmente existe um sistema de checkpoints em quase todos os ecrãs, sem qualquer numero limitado de vidas. Sendo esse na minha opinião o pior sistema do passado é bom ver que os criadores não se colaram a esse sistema da mesma forma que mantiveram fieis no grafismo e jogabilidade. Isto faz com que a dificuldade não seja realmente frustrante, pois não temos que repetir muito do jogo quando perdemos. Com alguma persistência acabamos por avançar. Mas, e este é um grande mas, não existe sistema de save. Sim, ouviram bem, em 2013 houve um jogo a ser lançado que não nos deixa guardar o nosso progresso.

A longevidade não é muita, mas não se pode realmente perdoar um jogo que não nos deixa gravar. Não há qualquer razão técnica para isto, por isso vou ter que assumir que simplesmente não lhes apeteceu criar um. Depois de acabarem a história não há nada para fazer também, além de tentarem fazer uma melhor pontuação ao repetir tudo outra vez. A história demora cerca de uma hora e pouco a completar e não tem realmente grande valor de repetição pois nada é gerado aleatoriamente, portanto é exactamente a mesma coisa.

TinyBarbarianDX_2013-01-15_21-07-13-51

Tiny Barbarian DX é um jogo retro engraçado mas que é bastante limitado e por vezes repetitivo. É divertido durante algum tempo mas rapidamente vemos que o que fazemos durante os primeiros minutos é o que vamos fazer durante todo o jogo. Obviamente tem um bom valor nostálgico mas isso acaba por não chegar e as falhas técnicas acabam por falar mais alto.

5/10

Tiago Roque

Leave A Comment