Análise Wonderbook: Walking with Dinosaurs

Os jogos para o Wonderbook não são para todos, têm um publico jovem em mente e não interessa realmente muito se os adultos têm grandes razões para gostar ou não. Estes também não propriamente jogos, são mais histórias interactivas, o paradigma de um livro indica mesmo isso e pessoalmente acho que é das linhas de produtos melhor pensadas e criativas que chegou às consolas. A minha opinião antes de ter pegado no primeiro jogo para o Wonderbook, Book of Spells, era a de que estes seriam mais uns jogos medíocres para o Move e ainda bem que me enganei.

Walking with Dinosaurs segue as linhas gerais dos jogos anteriores, Book of Spells e Diggs, baseando-se desta vez na série da BBC Walking with Dinossaurs que pessoalmente não conhecia e que acabou de receber um filme este Natal. O jogo tem algumas das personagens da série, os narradores e no fundo baseia-se também em tentar ensinar aos mais novos alguns conhecimentos sobre a era dos dinossauros. A informação é bastante detalhada e pode mesmo interessar aos adultos desde que não se importem de alguns elementos mais infantis.

Em cada capitulo temos algumas coisas para fazer. Começamos por descobrir alguns ossos que temos que juntar e montar no sitio certo. Depois o fazermos com sucesso iremos conhecer esse dinossauro que será a peça central desse capitulo. Depois temos que ir trocando de página para ver outros dinossauros, usar um raio X para estudar os interiores das criaturas, estudar um ambiente para ver como estes interagem uns com os outros ou dar-lhes de comer.

Pode não parecer muito mas há realmente muito para fazer aqui, mas mais importante que isso é a informação que recebemos. Independentemente do que estamos a fazer há sempre alguma informação interessante. Esta é a forma ideal de criar um jogo educativo, nunca sendo aborrecido e não forçando a informação ao jogador. As informação são dadas mas raramente precisamos realmente delas e podemos simplesmente aproveitar o jogo e isso é óptimo.

C

Walking with Dinossaurs consegue integrar o jogador neste mundo. Além das informações sobre dinossauros o jogo dá-nos ainda informações sobre o estado do planeta nessa altura. Este pode não ser um jogo para adultos, mas isso deve-se apenas à jogabilidade em si, as actividades que podemos fazer são realmente básicas e apenas vão entreter os mais novos, mas o conhecimento que é fornecido é interessante para qualquer um.

Graficamente está num bom nível tendo em conta que é no fundo um jogo de realidade aumentada e os restantes aspectos como som e vozes são também de qualidade. Infelizmente continua a ter o problema do preço. Se ainda não têm a câmara e Wonderbook podem ter que fazer um bom investimento. Mas se têm crianças em casa esta é uma fantástica proposta para os entreterem sem poluir as suas mentes. E se tiverem que se sentar ao seu lado durante uns minutos podem ter a certeza de que vão aprender algo.

8.5/10

Tiago Roque

Leave A Comment