Análise: Helicopter Simulator 2014: Search and Rescue

Depois de bater o meu helicóptero pelo menos uma centena de vezes com os controles do teclado , tentei com um comando de Xbox 360 e o resultado foi bem melhor. Na primeira missão , o jogador tem que passar perto dos sobreviventes presos para que o seu salvador pode descer de rapel e os resgate. Isso é incrivelmente tedioso e muito complicado . Não há nenhuma ajuda para ajudar a orientar o socorrista.

Normalmente, há uma toda  comunicação entre o piloto e o socorrista na corda para tornar isso mais fácil , porque a partir do cockpit, o jogador não pode ver completamente nada abaixo. É um jogo de adivinhação para onde ele está e quão perto precisa estar ou mesmo em que direção quando os indicadores não são visíveis dentro do helicóptero. Após resgatar os sobreviventes , temos que voar de volta para o hospital e larga-los .

maxresdefault

 

Este foi um rápido segundo voo . Não é líder mundial em simulação e realmente nem visualmente é bom. A visão do cockpit é hardcore e toda a música Top Gun é demasiado heroica tendo em conta o que se passa no ecrã. Mas é algo que eu nunca fiz em um jogo. Há tantos simuladores de voo e helicópteros baseados em combate que seria de esperar um jogo deste género com qualidade à algum tempo.

 

Tiago Roque

Comment (1)
Nuno Teixeira
Abril 12, 2014

Já tive oportunidade de jogar este jogo e realmente é fraco. A ideia está boa, mas muito mal explorada. Para não falar dos controlos, do pior que há.

Responder

Leave A Comment